negatividade

****************************************

Negatividade é doença contagiosa. Tem como se proteger?

Essa é uma pergunta um tanto freqüente. Quando iniciamos nosso aprendizado na área de auto conhecimento  começamos a entender a importância de cuidar do pensamentos, sentimentos e crenças negativas. Ficamos mais conscientes do quanto essa negatividade torna a vida mais difícil gerando problemas em todas as áreas.

Aprendemos sobre esse tema e passamos a identificar mais facilmente a negatividade que existe em nós mesmos e no mundo. Esse reconhecimento nos ajuda a fazer escolhas mais saudáveis. Ou seja, ao enxergamos mais nitidamente o que é negativo podemos nos afastar ou pela menos não alimentar.

Passamos a observar a negatividade que existe nas conversas com os amigos, no trabalho, na televisão, na nossa família e no nosso próprio interior.  Algumas pessoas ficam assustadas quando tomam essa consciência pois é realmente impressionante o quanto de negatividade  existe e que a maioria nem se dá conta.

De repente você se vê em rodas de conversa que não fazem mais sentido. Comentários que você sabe que servem apenas para aumentar a negatividade, trazendo mais problemas. Essas conversas, notícias e programas de televisão acabam contaminando, mesmo que você não queira, os seus sentimentos. É raro alguém que consiga se manter imune ao entrar em contato com a negatividade. Quando vemos uma notícia ruim surgem imediatamente sentimentos em nós de raiva, tristeza, injustiça e outros. Quando as pessoas ao nosso lado fazem comentários pessimistas muitas vezes acabamos sendo influenciados.

A negatividade é grudenta, pegajosa. Ela tem um efeito de nos sugar para dentro dela como se fosse um redemoinho. Essa força é ainda maior quando se trata da negatividade que vem da nossa família. Tentamos nos manter positivos mas, quando nossos pais e irmãos começam a falar, nossos sentimentos e pensamentos negativos facilmente vêem a tona e são alimentados.

Será que existe um remédio pra isso? Como ficar imune? Como toda doença contagiosa, exige tratamento e prevenção. Da mesma forma que, para manter o físico saudável precisamos combinar uma boa alimentação, exercícios e tratamentos das enfermidades quando elas se manifestam, para cuidar do nosso interior será preciso uma combinação de fatores.

Uma das medidas de prevenção é se afastar cada vez mais do noticiário, que é sempre bem carregado de coisas negativas que nos coloca em um estado emocional desagradável. A escolha das noticias que são passadas são um reflexo da negatividade que existe na sociedade pois as pessoas se sentem atraídas em assistir noticias ruins. As noticias por sua vez, alimentam ainda mais a negatividade da sociedade, que buscará ainda mais noticias ruins, gerando um circulo vicioso. No artigo “o impacto negativo do noticiário” eu falo sobre esse tema em mais profundidade.

Outra medida de prevenção é se afastar de pessoas negativas o máximo que pudermos. Isso só é possível até certo ponto, pois não dá para nos isolarmos completamente e nem é esse o objetivo. Tem algumas pessoas da família ou do trabalho que não temos como nos afastar. Nesses casos só nos resta não alimentarmos a negatividade com nossos comentários e nos tornarmos mais fortes por dentro para não nos contaminarmos.

Esse fortalecimento interior funciona mais ou menos como o fortalecimento do sistema imunológico. Se estamos com uma boa imunidade os vírus e bactérias não conseguirão entrar no nosso organismo. Se o nosso interior estiver limpo e fortalecido não precisaremos nos preocupar tanto em nos afastarmos da negatividade pois ela pouco nos afetará. Esse é o estado ideal. Mas enquanto ainda não nos fortalecemos precisamos dos cuidados preventivos assim como uma pessoa com baixa imunidade precisa se afastar de outros doentes.

A EFT é uma poderosa aliada para fortalecer a nossa “imunidade anti-negatividade”. Ao limparmos os nossos próprios sentimentos negativos, ficamos menos suscetíveis as influências externas. Consigo perceber em mim uma diferença bem considerável na minha “imunidade anti-negatividade” ao longo do tempo. Antigamente as noticias e as pessoas  me afetavam com bem mais intensidade. A medida que vamos limpando as mágoas, raivas, culpas, medos, traumas e crenças negativas que carregamos nosso interior fica cada vez mais saudável e fortalecido.

A negatividade interior atrai negatividade exterior e faz com que a gente sinta vontade de se conectar com mais sofrimento. Ou seja, a carga emocional de sofrimento que carregamos  cria mecanismos para se alimentar e nos leva de forma inconsciente a buscar mais negatividade. É por isso que as pessoas se atraem por notícias ruins, comentários maldosos, fofocas, previsões pessimistas. Ao dissolvermos nossos sentimentos iremos sentir essa atração diminuir cada vez mais. Daí a importância da EFT para fazermos uma limpeza profunda e rápida, já que a técnica é extremamente eficaz.

Outra medida de fortalecimento do nosso sistema anti-negatividade é nos alimentarmos com coisas positivas. Entrar em contato com pessoas mais positivas, ler livros que trazem mensagens positivas como livros de auto ajuda, ler artigos sobre autoconhecimento (como os inúmeros que tenho no meu site), participar de cursos e palestras e etc. Em um determinado momento da minha vida quando a negatividade estava intensamente brotando do meu interior e sendo alimentada por fatores externos, mergulhei profundamente na leitura de tudo que eu podia encontrar que pudesse me ajudar. E o efeito  foi realmente bem nítido. Se eu ficasse a mercê de mim mesmo, teria me afundado cada vez mais. Agradeço aos autores dos livros, pois eles foram pra mim como verdadeiros professores que me ajudaram a sair de onde eu estava.

De todas as medidas a que considero a mais importante é a limpeza emocional interior.  Quando estamos cheios de lixo emocional, o esforço para nos conectarmos com coisas positivas é enorme. Ao aplicamos a EFT as mudanças costumam ser rápidas, muitas vezes espantosas. Limpando a nossa negatividade interior atingimos a raiz do problema e ficamos mais positivos sem precisar de esforço. Fica também muito mais fácil assimilar livros e não dar atenção a negatividade.

 

 

 

 

Mês de Virgem

clip_image001
clip_image002
clip_image003

Do anoitecer de 29/08 ao anoitecer de  28/09

O MÊS DE VIRGEM

O mês de Elul é o termino do ano Cabalístico. Este mês corresponde ao signo de Virgem, que é um signo de terra e está regido por Mercúrio. O signo de Virgem está conectado com a praticidade, trabalhar e servir aos outros. As pessoas nascidas neste mês sentem a necessidade de alcançar a segurança econômica através do trabalho e também tem uma grande necessidade servir à sociedade.

As pessoas nascidas abaixo desse signo de Virgem encontram êxito em carreiras comunitárias: como doutores, enfermeiros, ou qualquer profissão que cura o corpo e a alma: como trabalhadores sociais, serviços técnicos, banqueiros, contadores e profissionais da beleza e moda.

O final do ano Cabalístico expressa a necessidade de Virgem de revisar e criticar suas ações, como um homem de negócios que revisa o balanço do fim do ano, ganhos e perdas. Assim é como os Virginianos adquirem seus atributos de criticas.

É mais fácil criticar e ver o que está mal nos outros, mas é muito mais difícil de criticar a si mesmo, e esta é a verdadeira lição que os Virginianos necessitam interiorizar.

Quando se completa a correção de Virgem? Quando aprendem a amar, honrar e aceitar a outra pessoa como ela é, sem criticas, julgamentos ou sem tratar de mudá-la segundo seu próprio critério.

Também há um grande aumento da imigração durante este mês, no qual um maior número de pessoas sentem a necessidade de abandonar seu lugar de origem para ir a lugares novos, para buscar sua sorte e mudar suas vidas.

Nas relações pessoas há mais conexões e encontros internacionais, o qual significa que há mais abertura para deixar a tradição da família, circulo ou tribo e conhecer mais pessoas, nações novas e diferentes.

Há uma maior tendência a ampliar aumentar a vasilha metafísica para poder compreender melhor – através da compreensão Cabalística – o significado da vida, tanto no âmbito pessoal como no global.

———————————————————————————————–

REMOVA O LIXO

Sintonia Mensal por Yehuda Berg

“Será que é realmente assim que pareço?”

Você alguma vez já se pegou em um ângulo desfavorável no espelho? E você se retraiu?

Obter um ângulo autêntico do seu ser spiritual é ainda mais difícil. E você está a beira de ver vários deles nesses trinta dias de Elul (Virgem).

Ao nos aproximarmos de Rosh Hashaná, a Luz mudará o vento de direção para que o cheiro do nosso lixo nos atinja direto na cara. Não para nos punir, mas para nos lembrar de removê-lo. Ele está mascarando a Luz.

Neste mês, trata-se de procurar por mudança interna positiva, com o propósito de criar uma vida pessoal e global melhor no Ano Novo. Os Cabalistas explicam que não vivemos apenas para nós mesmos. Nossas vidas – e tudo o que fazemos em nossas vidas – reverberam por toda a criação. Quando realizamos qualquer ato positivo, nosso feito fortalece o poder geral de positividade no mundo e por conseqüência influencia os outros na mesma direção.

Quando damos e compartilhamos, o poder geral de dar e compartilhar é fortalecido – permitindo que os outros dêem e compartilhem por sua vez. Quando demonstramos paciência e coragem face às adversidades, dotamos toda a humanidade de uma força ainda maior para fazer o mesmo.

Neste mês de introspecção, a Luz está nos mostrando como a vida pode ser bem maior. Não se feche quando suas fraquezas e defeitos lhe forem apontados. Fique feliz. Uma vez que você saiba onde eles se escondem, eles não vão mais poder se ocultar.

Para motivá-lo a buscar a mudança este mês, recomendo usar o Guia de 30 Dias que criamos para você (em anexo). A oportunidade de ser um canal para a Luz se abre para todos nós este mês. Ao aproveitarmos esta oportunidade, podemos enriquecer não somente nossas próprias vidas, como também as vidas de cada ser humano no planeta.

Tudo de bom,

Yehuda

—————————————————————————————————————————-

DEZOITO HORAS

Michael Berg

Pergunta:

Pego-me iniciando projetos espirituais (por exemplo, criando um programa de sopa na minha comunidade), sem conseguir terminá-los. Perco a paixão. A vida se mete no caminho. Então fico me sentindo mal comigo mesmo. Mas estou cansado dessa situação. Como encontro a motivação para terminar o que inicio? Vejo quanta coisa você faz – qual é o seu segredo? Especificamente seus escritos. Como você tem conseguido escrever tanto em tão pouco tempo?

Resposta:

Como um escritor, sou grandemente inspirado pela vida e o trabalho do Rav Yehuda Ashlag, o fundador do Kabbalah Centre. Como autor do HaSulam (A Escada), o comentário inovador sobre O Zohar Sagrado, bem como de incontáveis outras jóias cabalísticas, sua escrita é considerada a espinha dorsal do entendimento de todo o conhecimento acadêmico e sabedoria cabalística.

Rav Ashlag era conhecido por ficar absorto em seu aposento sem interromper sua escrita. Apesar de uma inflamação artrítica severa que lhe causava imensa dor, ele escrevia diariamente durante dezoito horas ou mais. Enquanto escreveu HaSulam, Rav Ashlag não deixou seu aposento durante um ano e meio!

A pobreza e o estresse na sua casa eram enormes. Não havia dinheiro e seus discípulos traziam alimentos, a fim de permitir que os membros de sua família tivessem algo com que viver. No entanto, ele não se retardou na preocupação com tudo isso, e sua alma não hesitava e mantinha-se firmemente ligada à Luz.

As idéias e pensamentos dos seus livros não necessitavam passar por um processo de ordenamento e um rascunho. Elas fluíam diretamente da sua imensa concepção sobre os mundos espirituais para a tinta e o papel à sua frente. Desta forma, milhares de páginas escritas surgiram de sua mão. Qualquer um que veja a interminável quantidade de material que emergiu de sua escrita fica maravilhado e atônito em face deste fenômeno humano.

Como Rav Ashlag fazia isto? Qual era o poder oculto que moldava seu espírito poderoso? A resposta está resumida em quatro palavras: “o desejo de influenciar.” É um grande principio básico nos ensinamentos da Kabbalah que o “desejo de receber” está emprenhado nas características de toda criação.

Rav Ashlag via no “desejo de receber” a fonte de todo o mal. Como ele dizia, “Eu falo há tanto tempo sobre o” desejo de receber “ser uma klipá (casca externa), e eles não me acreditam, porque se acreditassem em mim, certamente teriam se livrado deste” desejo de receber “. O trabalho espiritual principal, aos olhos de Rav Ashlag, era mudar esta natureza entranhada em nós, modificando-a e influenciando e beneficiando alguma outra pessoa. Sobre isto ele dizia,”…a medida quantitativa de trabalho feito por uma pessoa tem que ser aplicada de uma só carga, com a maior das energias.”“.

E então ele contava uma parábola a propósito. Se uma pessoa quiser quebrar um pedaço de madeira de uma mesa com seu punho, ela tem que bater aplicando seu peso máximo de força de uma só carga, porque se ela retrair sua força energética em movimentos mais lentos por mais tempo, pouco a pouco, suas pancadas jamais quebrarão a madeira.

Vendo o que ele realizou em sua vida, é evidente que Rav Ashlag atingiu o ponto onde somente “o desejo de influenciar” pulsava dentro de si – em proporções extraordinárias.

E é esta consciência que me impulsiona a escrever e a compartilhar com os outros o conhecimento da Kabbalah. Quando me pego sentindo cansado ou procurando motivos para não escrever, lembro-me de Rav Ashlag. Recordo-me do compromisso incansável do Rav Ashlag de impulsionar a sabedoria da Kabbalah a fim de salvar o mundo de horrores e degradações desnecessários. Recordo-me de um Rav Ashlag cheio de dor por causa da artrite escrevendo dezoito horas por dia.

Dezoito horas por dia.

Dezoito horas por dia.

Dezoito horas por dia.

Bênçãos e Luz

Michael Berg

———————————————————————————————–

CIRCO DE ELEFANTES

Conseguem isso amarrando uma corda ao redor de sua perna, depois amarram essa corda a um pau de madeira e, finalmente, cravam esse pau na terra. Desta forma, o elefante não pode se mover. Duas toneladas de músculo e força atadas por uma pequena corda e um pau de madeira.

Hummm. Qual o segredo?

Os domadores treinam seus elefantes desde o primeiro dia para que permaneçam quietos nessa mesma posição. Consciencia condicionada. Com o passar do tempo, esta assombrosa criatura se convence de que não poder arrancar o pau. E como está convencido, não pode.

Não pode!

Nós fazemos o mesmo. Convencemos a nós mesmos de que não podemos ganhar um milhão de dólares ao ano, por isso não conseguimos. Não só isso, mas também as ações que fazemos nem sequer nos colocam em uma posição na qual podemos ganhar um milhão de dólares ao ano.

Ou estamos convencidos de que nunca encontraremos a pessoa certa. Portanto, as ações que realizamos não conduzem a encontrar a pessoa certa.

Ou queremos melhorar as coisas com nossa parceira. Temos uma boa relação, mas queremos levá-la para o próximo nível. Entretanto, não podemos ver que esse próximo nível está ali mesmo, esperando-nos e por isso não damos os passos necessários para chegar ao alcançá-lo

Acho que já saiba que Libra é o começo do ano novo. A festividade de Rosh Hashaná é a re-criação do mundo, seu mundo. Podemos voltar a começar do zero. Portanto, este é o momento ideal para observar o que te condiciona; para reprogramar seus pensamentos e pensar que TUDO É POSSÍVEL.

Amor, cura, bem-estar, prosperidade, felicidade, confiança,…o que é o que você deseja? Está aí te esperando. Durante estas próximas semanas, enquanto trabalha em sua consciência dos 99%, te darás conta de que sua consciência do 1% seguirá seu exemplo.

O que é aquilo que você está convencido de que não pode conseguir? Encontre a resposta a esta pergunta e estarás no caminho para um ano incrível.

Yehuda Berg

Kabbalah Centre 2008

———————————————————————————————————————

TÁTICA CONTRA MÍSSEIS

Estamos na contagem final até Rosh Hashaná. Todo o mês de Virgem, que se inicia hoje, dispara o processo de Rosh Hashaná. E se você estuda Kabbalah há algum tempo, já escutou que esta intenção é tão importante quanto o evento. Se nos prepararmos adequadamente para Rosh Hashaná, podemos esperar obter o máximo benefício da nossa experiência.

A dádiva de Rosh Hashaná é interceptar quaisquer mísseis negativos (efeitos) que tenhamos lançado em nosso destino para o próximo ano. Nos próximos 30 dias, nosso objetivo é localizar essas ações que lançaram os mísseis, e ao fazê-lo temos primeiro que identificar os diversos níveis de negatividade:

IDOLATRIA: Idolatria é qualquer energia temporária que deixemos que nos guie (em outras palavras, qualquer coisa menos a Força da Luz do Criador). Alguns desses ídolos incluem dinheiro, drogas, ego, raiva, controle ou qualquer outra coisa que crie medo e afastamento do momento presente.

Toda vez que permitimos que esta energia impregne nossas vidas, criamos uma semente de negatividade. E então temos que separar algum tempo para nos lembrar de momentos e eventos específicos, qualquer coisa que tenha nos desconectado da Luz, inclusive qualquer coisa que tenha nos separado das outras pessoas. Lembre-se de que se fechar e desconectar-se dos outros leva à nossa incapacidade de receber Luz do Criador.

DERRAMAMENTO DE SANGUE: Derramamento de sangue refere-se às vezes que causamos dor aos outros, pelas ações negativas, quando tínhamos a oportunidade de agir positivamente. O derramamento de sangue pode ser dividido em duas categorias: optar por fazer algo negativo, e optar por não fazer algo positivo. Será que você pode pensar em momentos no ano que passou onde teve oportunidade de revelar Luz, mas não o fez? Quais foram esses momentos nos quais você voluntariamente fez algo errado em relação aos outros?

ADULTÉRIO: Adultério é uma palavra em código para aquelas vezes em que corremos atrás de coisas que não nos pertencem, aqueles momentos em que abrigamos ciúme e inveja, querendo as coisas que não temos.

MÁ LÍNGUA: De forma bem simples, má língua é falar mal dos outros, pelas costas, mesmo que se esteja dizendo a verdade.

Nas próximas quatro semanas, temos que dedicar algum tempo todos os dias, seja à noite ou pela manhã (ou ambos) para identificar todas as ações negativas e a conseqüente dor que causamos este ano. Isto significa não só identificar a ação, como também refazer o cenário, sentindo a dor infligida, e então assumir um compromisso de não repetir mais aquela ação.

Este processo requer que deixemos a negatividade aflorar ao invés de escondê-la.

Este processo chamado “Arrependimento” não pode ser alcançado da noite para o dia. Agora você tem 30 dias antes de Rosh Hashaná para repassar momento por momento o ano que passou, para analisar de que maneiras você optou pelo negativo ou pelo positivo.

Tudo de bom,

Yehuda

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s