babosa e hortelã

Babosa e hortelã entram na lista de remédios do SUS

Atualizada a cada dois anos, relação tem agora 810 itens, como medicamentos, vacinas e insumos

30 de março de 2012 | 12h 55

Agência Brasil

Babosa, hortelã e salgueiro são os novos fitoterápicos a entrar na lista oficial de medicamentos do Sistema Único de Saúde (SUS), publicada pelo Ministério da Saúde. Atualizada a cada dois anos, a lista tem agora 810 itens, como medicamentos, vacinas e insumos.

clip_image003

Arquivo/AE

A hortelã é indicada para o tratamento da síndrome do cólon irritado

A babosa é indicada para o tratamento de queimaduras e psoríase (doença inflamatória da pele); a hortelã, síndrome do cólon irritado; e o salgueiro, para dor lombar. Desde 2007, o SUS usa remédios fitoterápicos, que agora chegam a 11. Para entrar no rol, o fitoterápico precisa ser industrializado, ter registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e eficácia comprovada.

A nova relação traz também os remédios finasterida e doxasozina (convencionais) usados contra o crescimento anormal da próstata.

A lista praticamente dobrou, passando de 470 itens, em 2010, para 810, por causa da inclusão dos medicamentos para doenças raras, vacinas e insumos. Antes, eram listados somente os remédios considerados essenciais, utilizados no tratamento das doenças mais recorrentes. Estão de fora da lista os remédios para câncer, oftalmológicos e aqueles usados no atendimento de urgência e emergência, pois constam em outra relação nacional.

O rol é formulado por uma comissão técnica formada por representantes do ministério, da Anvisa, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e de associações médicas.

Para ter acesso a um medicamento da lista do SUS, o paciente deve apresentar receita médica na rede pública. Com base na lista nacional, cada município tem autonomia para fazer sua própria relação de remédios.

Notícias relacionadas:



Tópicos: Babosa, Hortelã, Medicação, SUS, Saúde, Vida

FONTE: JORNAL ESTADÃO

http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,babosa-e-hortela-entram-na-lista-de-remedios-do-sus,855545,0.htm

O porco
Um fazendeiro colecionava cavalos e só faltava uma determinada raça. Um dia ele descobriu que seu vizinho tinha este determinado cavalo. Assim, ele atazanou seu vizinho até conseguir comprá-lo. Um mês depois o cavalo adoeceu, e ele chamou o veterinário que disse:
-Bem, seu cavalo está com uma virose, é preciso tomar este medicamento durante três dias. No 3º dia eu retornarei e caso ele não esteja melhor será necessário sacrificá-lo.
Neste momento, o porco escutava a conversa.
No dia seguinte, deram o medicamento e foram embora. O porco se aproximou do cavalo e disse:
-Força amigo, levanta daí senão será sacrificado!!!.
No segundo dia, deram o medicamento e foram embora. O porco se aproximou novamente e disse:
-Vamos lá amigão, levanta senão você vai morrer! Vamos lá, eu te ajudo a levantar. Upa! Um, dois, três…
No terceiro dia, deram o medicamento e o veterinário disse:
-Infelizmente vamos ter que sacrificá-lo amanhã, pois a virose pode contaminar os outros cavalos.
Quando foram embora, o porco se aproximou do cavalo e disse:
-Cara, é agora ou nunca! Levanta logo, upa! Coragem! Vamos, vamos! Upa! Upa! Isso, devagar! Ótimo, vamos, um, dois, três, legal, legal, agora mais depressa, vai….fantástico! Corre, corre mais! Upa! Upa! Upa! Você venceu campeão!!!.
Então, de repente o dono chegou, viu o cavalo correndo no campo e gritou:
-Milagre!!! O cavalo melhorou, isso merece uma festa!Vamos matar o porco!.
Pontos de Reflexão: Isso acontece com freqüência no ambiente de trabalho. Ninguém percebe qual é o funcionário que realmente tem mérito pelo sucesso, ou que está dando o suporte para que as coisas aconteçam.
SABER VIVER SEM SER RECONHECIDO É UMA ARTE!

Se algum dia alguém lhe disser que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se: amadores construíram a Arca de Noé e profissionais o Titanic.

PROCURE SER UMA PESSOA DE VALOR, AO INVÉS DE UMA PESSOA DE SUCESSO!

*SIMPLESMENTE PERFEITO!
*Prisão é para punição e para dar exemplo. Pensar em recuperação é romantismo e utopia.*
**PRESTE ATENÇÃO!**
**Carta enviada de uma mãe para outra mãe em SP, após noticiário na TV:
**DE MÃE PARA MÃE:**
***Vi seu enérgico protesto diante das câmeras de televisão, contra a transferência do seu filho, menor infrator, das dependências da FEBEM, em São Paulo, para outra dependência da FEBEM, no interior do Estado.
***Vi você se queixando da distância que agora a separa do seu filho, das dificuldades e das despesas que passou a ter para visitá-lo, bem como de outros inconvenientes,
decorrentes daquela transferência.
***Vi também toda a cobertura que a mídia deu para o fato, assim como vi que não só você, mas igualmente outras mães na mesma situação que você, contam com o apoio de Comissões Pastorais, Órgãos e Entidades de Defesa de Direitos Humanos, ONGs, etc…
***Eu também sou mãe e, assim, bem posso compreender seu protesto. Quero com ele fazer coro.
***Enorme é a distância que me separa do meu filho.
***Trabalhando e ganhando pouco, idênticas são as dificuldades e as despesas que tenho para visitá-lo. Com muito sacrifício, só posso fazê-lo aos domingos, porque labuto, inclusive aos sábados, para auxiliar no sustento e educação do resto da família…
***Felizmente conto com o meu inseparável companheiro, que desempenha para mim importante papel de amigo e conselheiro espiritual.
***Se você ainda não sabe, sou a mãe daquele jovem que o seu filho matou estupidamente num assalto a uma vídeo-locadora, onde meu filho trabalhava, durante o dia, para pagar os estudos à noite.
***No próximo domingo, quando você estiver abraçando, beijando e fazendo carícias no seu filho, eu estarei visitando o meu e depositando flores no seu humilde túmulo, num cemitério da periferia de São Paulo…
***Ah! Ia me esquecendo, e também ganhando pouco e sustentando a casa, pode ficar tranqüila, viu, que eu estarei pagando de novo, o colchão que seu querido filho queimou lá na última rebelião da Febem.
***Nem no cemitério, nem na minha casa, NUNCA apareceu nenhum representante destas “Entidades” que tanto lhe confortam, para me dar uma palavra de conforto, e talvez me indicar:”Os meus direitos”!

***Se concordar, circule este manifesto!
***Talvez a gente consiga acabar com esta inversão de valores que assola o Brasil.***
***DIREITOS HUMANOS SÃO PARA HUMANOS DIREITOS***

Assunto: DICAS PARA FAZER SEXO NA TERCEIRA IDADE !

Essa é muito boa, mas não é só para a terceira idade não kkkkkkkkk.

15 dicas para fazer sexo na 3ª idade:

1. Use seus óculos.

2. Certifique-se de que sua companhia esteja realmente na cama.

3. Ajuste o despertador para tocar em 3 minutos, para o caso de você adormecer durante a performance.

4. Acerte a iluminação: apague todas as luzes.

5. Deixe o celular programado para o número da

EMERGÊNCIA MÉDICA.

6. Escreva em sua mão o nome da pessoa que está na cama, no caso de não se lembrar.

7. Fixe bem sua dentadura para que ela não acabe caindo debaixo da cama.

8.Tenha DORFLEX à mão, para o caso de você cumprir a performance.

9. Não faça muito barulho; nem todos vizinhos  são surdos como você.

10. Se tudo der certo, telefone para seus amigos para contar as boas novas.

11. Nunca, jamais, pense em repetir a dose, mesmo sob efeito de VIAGRA ou CIALIS.

12. Não esqueça de levar 2 travesseiros para colocar sob os joelhos, para não forçar a artrose.

13. Se for usar camisinha, avise antes ao piupiu que não se trata de touca para dormir, senão ele pode se confundir.

14. Não esqueça de tirar a parte de baixo do pijama, mas fique com uma camiseta para não pegar gripe.

15. Não tome nenhum tipo de laxante nos dias anteriores; nunca se sabe quando se tem um acesso de tosse.

Estas dicas foram escritas com letras grandes para facilitar sua leitura!

Em defesa do Capitão Schettino

Como todos sabem, o comandante do transatlântico de luxo que tombou no mar Tirreno está preso e será processado por homicídio doloso por ter abandonado a embarcação.

No entanto, se o acidente tivesse ocorrido em mares brasileiros, com certeza várias teses defensivas surgiriam, dada a impressionante criatividade de nossos colegas advogados criminalistas e, com certeza, muitas delas poderiam ser utilizadas para livrar o capitão do navio da prisão e, até, para absolvê-lo.

Alguns colegas do MPF elaboraram as seguintes teses defensivas que, embora absurdas, com certeza poderiam ser acolhidas pelo nosso sistema de justiça penal, pois em muitos casos já serviram de fundamento para várias decisões absolutórias:

1. o capitão não abandonou a embarcação pois, afinal, o bote é também uma embarcação;

2. como a rocha é uma ocorrência geográfica natural, o naufrágio foi simples evento natural sem repercussão para o direito penal;

3. como o cruzeiro estava no raso, não houve naufrágio;

4. não há prova que as mortes ocorreram em razão do acidente;

5. em um governo civil, não deve haver autoridade para o comandante da capitania dos portos, sob pena de instalarmos o estado policial ditatorial militar;

6. o capitão é branco e de boa índole;

7. o naufrágio foi um acidente de consumo e os turistas são consumidores, não há repercussão penal em razão da subsidiariedade do direito penal;

8. é inconstitucional a definição de mar territorial, pois o mar é feito de água;

9. a denúncia é inepta;

10. impetrar-se-á habeas-corpus porque resta claríssimo que o capitão é vítima de forças superiores e mancomunadas;

11. a Itália vive num estado de exceção permanente, exemplificado pela prisão e condenação de Cesare Battisti e, portanto, seria impossível obter um julgamento justo, sem perseguição política, nos tribunais italianos.

12. a prova de que o capitão abandonou o navio é ilícita: gravações interceptadas sem autorização judicial.

13. o capitão foi interrogado por um Procurador da República, e o MP não pode investigar.

14. atipicidade material: os danos causados à embarcação são insignificantes, podendo ela vir a ser rebocada e reparada.

15. O comandante tem profissão definida, endereço conhecido e bons antecedentes. A prisão é ilegal. A ofensa ao princípio da dignidade humana contamina toda a investigação e nulifica a ação penal.

16. O comandante foi ouvido sem a presença de advogado, nem mesmo da defensoria pública. Toda a prova colhida a partir daí está prejudicada pela teoria dos frutos da árvore envenenada e não permite oferecer denúncia.

17. Não há gravação visual do capitão entrando no bote e abandonando o navio. Outrossim, como era noite e não havia visibilidade, poderia ter sido pessoa qualquer com o celular do capitão, se passando pelo capitão. In dubio pro reo.

18. Não há comprovação de que o capitão abandonou o navio dolosamente. O navio adornou (fato público e notório), fazendo com que muitos tripulantes fossem jogados ao mar. Ele não abandonou o navio por vontade própria, foi jogado ao mar juntamente com o bote. Ausência de dolo.

19. Se não foi caso de interceptação, mas de gravação, ainda assim a prova é ilícita, porque obra de agente provocador: o capitão não ligou para o comandante para dizer onde estava; foi o comandante que ligou para o celular do capitão para acusá-lo de estar fora do navio. Prova unilateral, crime induzido, flagrante provocado, crime impossível.

20. As equipes de salvamento não tomaram as devidas cautelas ao entrarem sem autorização judicial no navio à deriva, inclusive utilizando explosivos. Alteraram a cena do crime antes da chegada dos peritos em desacordo com o art. 6, a, do CPP. A produção de prova é imprestável ao impedir que o investigado possa contraditar as conclusões com o corpo de delito intacto, violando o devido processo legal, o contraditório e a ampla defesa . Provas contaminadas pela nulidade que impedem a persecução penal.

21. Ao capitão Schettino é assegurado o direito de ajuizar contra De Falco ação penal privada por crime contra a honra, sem prejuízo da ação de indenização por danos morais, pelo constrangimento de constatar a reprodução midiática em larga escala das ordens que lhe foram enfaticamente dadas, o que fere o princípio da dignidade humana e a Declaração Universal de Direitos.

22. O “suposto naufrágio” de um transatlântico de luxo é mero aborrecimento da vida moderna.

23. Nulidade. Foro privilegiado. O Comandante é agente político, autoridade máxima dentro do navio, e como tal está sujeito a julgamento perante a Corte Suprema do Vaticano, em sessão presidida pelo Papa, que também deve acumular as funções de defensor.

24) Cerca de trinta fatalidades em quatro mil passageiros, o que significa 99,25% de vidas preservadas pela ação pronta e corajosa do capitão.

NOTA DO BLOG:

1) Fiquem à vontade para acrescentar outras teses de defesa nos comentários;

2) A compilação da ‘obra coletiva’ foi feita por um colega no Facebook e aqui copiada;

3) Trata-se de uma brincadeira coletiva feita por membros do Ministério Público Federal e baseada em fatos, porque quase todas essas teses já foram usadas em processos criminais em andamento.

Cachorro velho (nada pessoal)…

SÓ PARA VELHOS AMIGOS.  (ou  amigos velhos…)

Uma velha senhora foi para um safári na África e levou seu velho vira-lata com ela.
Um dia, caçando borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta de que estava perdido.
Vagando a esmo, procurando o caminho de volta, o velho cão percebe que um jovem leopardo o viu e caminha em sua direção, com intenção de conseguir um bom almoço…
O cachorro velho pensa:
—  Oh, oh! Estou mesmo enrascado!

Olhou à volta e viu ossos espalhados no chão por perto. Em vez de apavorar-se mais ainda, o velho cão ajeita-se junto ao osso mais próximo, e começa a roê-lo, dando as costas ao predador…Quando o leopardo estava a ponto de dar o bote, o velho cachorro exclama bem alto: —  Cara, este leopardo estava delicioso! Será que há outros por aí?

Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um arrepio de terror, suspende seu ataque, já quase começado, e se esgueira na direção das árvores. —  Caramba! – pensa o leopardo, essa foi por pouco!

O velho vira-lata quase me pega!

Um macaco, numa árvore ali perto, viu toda a cena e logo imaginou como fazer bom uso do que vira:

em troca de proteção para si, informaria ao predador que o vira-lata não havia comido leopardo algum… E assim foi rápido, em direção ao leopardo.

Mas o velho cachorro o vê correndo na direção do predador em grande velocidade, e pensa: —  Aí tem coisa!

O macaco logo alcança o felino, cochicha-lhe o que interessa e faz um acordo com o leopardo. O jovem leopardo fica furioso por ter sido feito de bobo, e diz: —  Aí, macaco! Suba nas minhas costas para você ver o que acontece com aquele cachorro abusado!

Agora, o velho cachorro vê um leopardo furioso, vindo em sua direção, com um macaco nas costas, e pensa: —  E agora, o que é que eu posso fazer?

Mas, em vez de correr (sabe que suas pernas doloridas não o levariam longe…) o cachorro senta, mais uma vez dando costas aos agressores, e fazendo de conta que ainda não os viu, e quando estavam perto o bastante para ouvi-lo, o velho cão diz: —  Cadê o filha da puta daquele macaco?

Tô morrendo de fome! Ele disse que ia trazer outro

leopardo para mim e não chega nunca!

Imediatamente o leopardo se esquiva, sai para longe do cachorro e devora o macaco. Moral da história:

não mexa com cachorro velho…

Idade e habilidade se sobrepõem à juventude e intriga. Sabedoria só vem com idade e experiência. Se você não mandar essa fábula a 5 ‘velhos’ amigos já, já, haverá menos 5 pessoas rindo no mundo. É claro que eu não estou, de modo algum, insinuando que você esteja velho.

Apenas um tantinho assim mais experiente.

Ou você não percebeu o tamanho da letra???

Cachorro velho (nada pessoal)…

SÓ PARA VELHOS AMIGOS.  (ou  amigos velhos…)

Uma velha senhora foi para um safári na África e levou seu velho vira-lata com ela.
Um dia, caçando borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta de que estava perdido.
Vagando a esmo, procurando o caminho de volta, o velho cão percebe que um jovem leopardo o viu e caminha em sua direção, com intenção de conseguir um bom almoço…
O cachorro velho pensa:
—  Oh, oh! Estou mesmo enrascado!

Olhou à volta e viu ossos espalhados no chão por perto. Em vez de apavorar-se mais ainda, o velho cão ajeita-se junto ao osso mais próximo, e começa a roê-lo, dando as costas ao predador…Quando o leopardo estava a ponto de dar o bote, o velho cachorro exclama bem alto: —  Cara, este leopardo estava delicioso! Será que há outros por aí?

Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um arrepio de terror, suspende seu ataque, já quase começado, e se esgueira na direção das árvores. —  Caramba! – pensa o leopardo, essa foi por pouco!

O velho vira-lata quase me pega!

Um macaco, numa árvore ali perto, viu toda a cena e logo imaginou como fazer bom uso do que vira:

em troca de proteção para si, informaria ao predador que o vira-lata não havia comido leopardo algum… E assim foi rápido, em direção ao leopardo.

Mas o velho cachorro o vê correndo na direção do predador em grande velocidade, e pensa: —  Aí tem coisa!

O macaco logo alcança o felino, cochicha-lhe o que interessa e faz um acordo com o leopardo. O jovem leopardo fica furioso por ter sido feito de bobo, e diz: —  Aí, macaco! Suba nas minhas costas para você ver o que acontece com aquele cachorro abusado!

Agora, o velho cachorro vê um leopardo furioso, vindo em sua direção, com um macaco nas costas, e pensa: —  E agora, o que é que eu posso fazer?

Mas, em vez de correr (sabe que suas pernas doloridas não o levariam longe…) o cachorro senta, mais uma vez dando costas aos agressores, e fazendo de conta que ainda não os viu, e quando estavam perto o bastante para ouvi-lo, o velho cão diz: —  Cadê o filha da puta daquele macaco?

Tô morrendo de fome! Ele disse que ia trazer outro

leopardo para mim e não chega nunca!

Imediatamente o leopardo se esquiva, sai para longe do cachorro e devora o macaco. Moral da história:

não mexa com cachorro velho…

Idade e habilidade se sobrepõem à juventude e intriga. Sabedoria só vem com idade e experiência. Se você não mandar essa fábula a 5 ‘velhos’ amigos já, já, haverá menos 5 pessoas rindo no mundo. É claro que eu não estou, de modo algum, insinuando que você esteja velho.

Apenas um tantinho assim mais experiente.

Ou você não percebeu o tamanho da letra???

Assunto: O PÊNIS E O TEMPO…

O PÊNIS E O TEMPO

Como chamar o órgão sexual masculino de acordo com o tempo.

Aos 3 anos você o chama Piu-Piu


Aos 10 anos você o chama de
Bilau

Aos 20 anos você o chama Cacete

Aos 25 anos você o chama
Pica

Aos 30 anos você o chama de Pau

Aos 35 anos você o chama de
Rôla

Aos 40 anos você o chama de
Caralho

Aos 50 anos você o chama de
Pênis

Aos 60 anos você o chama de
Membro

Após os 70 anos você o chama…
chama…
chama…
chama…
chama…
chama…
chama…..
e o
filho da putanão responde !

DOZE CONSELHOSl
PARA TER UM INFARTO FELIZ !!!
1. Cuide de seu trabalho antes de tudo.  As necessidades pessoais e familiares são secundárias.

2 Trabalhe aos sábados o dia inteiro e, se puder também aos domingos.

3. Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho para casa e trabalhe até tarde.

4. Ao invés de dizer não, diga sempre sim a tudo que lhe solicitarem.

5. Procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros, reuniões, simpósios etc.

6. Não se dê ao luxo de um café da manhã ou uma refeição tranqüila. Pelo contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes..

7. Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola ou tênis. Afinal, tempo é dinheiro.

8. Nunca tire férias, você não precisa disso. Lembre-se que você é de ferro. (e ferro , enferruja!!. .rs)

9. Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver se nada está errado.. Delegar é pura bobagem; é tudo com você mesmo.

10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego e pintar aquela dor de estômago, tome logo estimulantes, energéticos e anti-ácidos. Eles vão te deixar tinindo.

11. Se tiver dificuldades em dormir não perca tempo: tome calmantes e sedativos de todos os tipos. Agem rápido e são baratos.

12. E por último, o mais importante: não se permita ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre sua vida. Isto é para crédulos e tolos sensíveis.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s