sofrimento…

Conheça o seu mais cruel carrasco

Uma vez atendi um caso de uma moça que tinha sofrido um estupro e carregava um trauma intenso. Havia mais de 20 anos que o crime tinha ocorrido. De vez em quando ela tinha flashes das cenas que havia vivido, as vezes tinha pesadelos. Fazia o possível para não pensar no trauma, mas as lembranças apareciam de forma involuntária, sem serem convidadas.

Além disso, muitas sequelas emocionais foram deixadas: medo dos homens, sentimentos pesados de auto desvalorização, problemas sexuais, e muitas dificuldades nos relacionamentos amorosos.

Fizemos três sessões de atendimento terapêutico com a EFT para tratar as lembranças traumáticas do evento de violência sexual. Foi um trabalho bem minucioso e profundo onde conseguimos dissolver 100 por cento de toda a carga emocional que estava guardada. O resultado final é que os pesadelos se encerraram, não surgiam mais flashes do ocorrido e ela podia contar o evento sem sentir qualquer tipo de sofrimento, sentido-se em paz total. Sei que é difícil alguém achar que isso é possível, mas é o que ocorre quando tratamos as memórias, por mais intensas que sejam, com a EFT.

Nesse link tem um depoimento de uma outra cliente que tratei, um caso de violencia sexual também, ela relata bem como ficou depois da sessão, sem qualquer vestígio do trauma. Creio que você pode achar inspirador: http://www.eftbr.com.br/depoimento.asp?i=91

É interessante observar que nada foi mudado no passado da cliente nem na sua vida atual para que ela deixasse de sofrer. Tudo em sua vida continuou sendo do mesmo jeito. A única coisa que mudou foi seu estado mental depois que aplicamos a EFT.

Não é incrível isso? Até hoje eu fica perplexo quando vejo essas coisas acontecerem. Pensamos sempre que a causa do nosso sofrimento é algo externo, quando na verdade está tudo dentro da nossa própria mente. É como se a minha cliente tivesse um pesadelo e depois simplesmente acordou.

O que começamos a ver de forma muito clara, é que a mente é o pior carrasco que existe. Mais cruel do que qualquer criminoso. Digo isso porque o episódio da violência ocorreu uma só vez, mas a mente dela continuou a sofrer por mais de 20 anos apos o evento. E só parou de sofrer depois que o trabalho foi feito.

As pessoas me trazem todo tipo de problema: relacionamento, financeiro, mágoas, traumas, situações no trabalho, dificuldades com familiares… Elas chegam sufocadas, carregando um fardo pesado de sofrimento. E eu não resolvo nenhuma situação pra elas. Não falo com seus chefes para que eles sejam mais respeitosos, não pago suas dívidas, não desfaço a traição que sofreram. Entretanto, via de regra, depois de um trabalho bem feito com a EFT, elas ficam em paz. Aquilo que era um “problema” deixa de ser, e vira apenas uma situação. As vezes é uma situação que requer alguma ação, e a pessoa pode agir se for o caso, mas outras vezes não há o que fazer e mesmo assim se consegue ficar em paz.

Aonde estava o sofrimento? Elas pensavam que estava na situação que viviam. Mas se isso fosse verdade, só teria um jeito de acabar com o sofrimento: mudar a realidade da sua vida ou mudar o seu passado. Mas isso não aconteceu, tudo ficou do mesmo jeitinho que estava, e o sofrimento foi embora.

Os traumas são mecanismos mentais de sofrimento que perpetuam uma dor de forma indefinida. Algo que poderia ter acabado em alguns minutos ou horas, fica gravado dentro de nós em forma de sentimentos negativos e o nosso inconsciente fica repetindo aquele filme de terror por anos a fio.  

Isso acontece não só com traumas mais intensos. Todos os sentimentos negativos que guardamos de fatos ocorridos no passado são a perpetuação mental de um sofrimento.

Uma vez atendi um homem de 40 anos com dificuldades em lidar com algumas situações no trabalho. Estava sempre na defensiva e criava dificuldades para si próprio. Quando começamos a fazer o trabalho de aplicação da EFT, surgiu uma lembrança do passado onde ele havia sido demitido de forma injusta. O ex-chefe o havia acusado de ter sido desonesto, o humilhou e o fez passar vergonha.

Esse fato ocorreu quando ele tinha 21 anos e era estagiário. A lembrança ainda trazia  sentimentos de injustiça, raiva e vergonha. Limpamos todos esses sentimentos em alguns minutos de aplicação de EFT e as cenas se tornaram completamente sem qualquer força emocional. Quem foi mais cruel com ele, seu ex-chefe ou sua própria mente que o torturou com esses sentimentos por anos a fio?

Carregamos várias histórias de sofrimento do passado; algumas são bem intensas, outras são mais leves. São filmes que estão sendo rodadas nos bastidores do nosso inconsciente que contam coisas como: meu amigo fulano de tal me roubou; meu ex-marido me traiu; meu negócio foi a falência; minha mãe me abandonou; o professor me humilhou na frente da turma; eu não fiz a faculdade que eu queria; meu pai bebia e me batia…

Uns filmes são longos, outros são mais curtos. Todos eles tem um enredo, várias frases e cenas. De vez em quando esses filmes vem a tona na nossa mente. Mas mesmo quando eles não são lembrados diretamente continuam lá nos bastidores, rodando sem parar, no causando sofrimento. Insônia, ansiedade, depressão, autoestima baixa, é o resultados desses filmes de sofrimento que estão guardados dentro de nós.

As vezes criamos filmes de sofrimento de situações futuras, ou situações imaginárias: medo da velhice, tristeza o pensar que alguém pode morrer, medo da reunião que vai haver no trabalho, angustia ao pensar no relatório que tem que entregar no final do mês, medo de ser traído.

Não importa se o filme é de algo que realmente aconteceu no passado, ou se é apenas uma fantasia futura. Todos eles são pensamentos  carregados de sentimentos que nos fazem sofrer. Reconhecer esses mecanismos de sofrimento nos deixa menos suscetíveis a embarcar na onda deles.

Quando utilizamos a EFT, contamos esses filmes de sofrimento enquanto batemos nos terminais dos canais de acupuntura. É tão simples que chega a ser estranho. O resultado, é a dissolução do pesadelo. A história perde completamente a força e ficamos em paz. Eu adoro esse negócio.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s