vidas passadas…

clip_image001

Recebi da amiga e irmã de fé camarada Regina Bittencourti.

Valeu!

DEVANIR

Desejando ler mais sobre vidas passadas:

http://www.espirito.org.br/portal/artigos/correio-fraterno/tvp-em-analise.html

http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/chico/uma-licao.html

Assunto: Auxilio Espiritual

clip_image002

Pérolas do Chico Xavier!

Especulações sobre vidas passadas
“O mundo das reencarnações não tem fim nem começo. Alguns espíritas insistem em descobrir quem teriam sido em séculos passados. Chico sempre tentou escapar das especulações com bom humor. Uma vez, uma senhora chegou perto dele feliz da vida. Tinha feito uma descoberta.

– Fui mártir. Morri na arena devorada por um leão. E você Chico?

– Ah, eu fui a pulga do leão.

Ficava cansado daqueles tantos heróis à sua volta. De vez em quando, um amigo abria um sorriso e se apresentava a ele, orgulhoso, como um ex-Napoleão, um ex-rei, um ex-apóstolo. Ninguém enchia a boca para dizer: “Fui um perdedor”. Todos tinham histórias edificantes para contar.

Chico ouvia as revelações grandiloqüentes e, às vezes, não resistia a uma ironia:

Eu, aqui, no meio destas cabeças coroadas, com a cabeça decepada.

Ficou feliz da vida quando um vizinho comunicou: Lá em casa há mais uma criadinha às ordens. Nasceu uma menina e dizem que é o espírito de uma índia que reencarnou. Chico quase bateu palmas: Graças a Deus. Até que enfim nasceu uma índia.”

Livro Rindo e Refletindo com Chico Xavier

Recebi doo amigo Michael Peuser ao qual agradeço.

Vejam, o Brasil tem jeito sim. O ministro é prova disso.

Agora perguntem a ale se apesar das inúmeras dificuldades por que passou, sua família recebeu o “Bolsa Família”.

É um brasileiro do qual devemos nos orgulhar!!!!!!!

DEVANIR

Breve biografia do Ministro Joaquim Barbosa.

clip_image001
Breve biografia do Ministro Joaquim Barbosa.
Joaquim Barbosa nasceu em Paracatu, noroeste de Minas Gerais. É o
primogênito de oito filhos. Pai pedreiro e mãe dona de casa, passou a
ser arrimo de família quando estes se separaram. Aos 16 anos foi
sozinho para Brasília, arranjou emprego na gráfica do Correio
Braziliense e terminou o segundo grau, sempre estudando em colégio
público. Obteve seu bacharelado em Direito na Universidade de
Brasília, onde, em seguida, obteve seu mestrado em Direito do Estado.
Foi Oficial de Chancelaria do Ministério das Relações Exteriores
(1976-1979), tendo servido na Embaixada do Brasil em Helsinki,
Finlândia e, após, foi advogado do Serviço Federal de Processamento de
Dados (Serpro) (1979-84).[4]
Prestou concurso público para procurador da República, e foi aprovado.
Licenciou-se do cargo e foi estudar na França, por quatro anos, tendo
obtido seu mestrado e doutorado ambos em Direito Público, pela
Universidade de Paris-II (Panthéon-Assas) em 1990 e 1993. Retornou ao
cargo de procurador no Rio de Janeiro e professor concursado da
Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Foi visiting scholar no
Human Rights Institute da faculdade de direito da Universidade
Columbia em Nova York (1999 a 2000) e na Universidade da Califórnia
Los Angeles School of Law (2002 a 2003). Fez estudos complementares de
idiomas estrangeiros no Brasil, na Inglaterra, nos Estados Unidos, na
Áustria e na Alemanha. É fluente em francês, inglês, alemão e
espanhol. Toca piano e violino desde os 16 anos de idade.
Embora se diga que ele é o primeiro negro a ser ministro do STF, ele
foi, na verdade, o terceiro,[5] sendo precedido por Pedro Lessa (de
1907 a 1921) e Hermenegildo de Barros (de 1919 a 1937).

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s