oráculo

encuentra tu alma gemela!

Sabia que o cupido tem uma surpresa para você!
e está apontando com sua flecha! Clique aqui agora!

Prezado Osmar, este é o seu I Ching do dia Sábado 6 Outubro:

I: O Crescimento,
Aproveite este momento para crescer e evoluir.

Agora você pode trabalhar sobre a sua elevação espiritual e portanto alcançar metas importantes.

Lembre que crescerá rápido se no seu percurso você ajudar as pessoas que precisam e estão próximas a elevarem-se também.

Vemo-nos amanhã.

O Vento

O Trovão

Ching 42

O signo do mês

Tarôt

O signo do mês

Tarôt!!!

Ascendente ou descendente?
Osmar, faça o cálculo de imediato!

Ascendente ou descendente?

Teu I Ching foi oferecido por
Oráculo Ching, estamos-te esperando em www.oraculoching.com/pt
© 2012 Lucini&Lucini Communications

E-mail Usuário: osmar.pereira33@uol.com.br
Gestão de Usuários/Anular inscrição: login.oraculoching.com/pt

 

 

Se você não está conseguindo visualizar este e-mail, clique aqui.

Informativo eletrônico – Edição 1083

Sexta-Feira, 05 de Outubro de 2012

Prezado leitor,

Você está recebendo o Macro Visão. Veja os destaques desta edição:

Economia Brasileira

·  Produção de autoveículos cai em setembro

·  IPCA varia 0,57% em setembro

Economia Internacional

·  EUA: desemprego recua para 7,8%


Economia Brasileira

Produção de autoveículos cai em setembro

Em setembro, a quantidade de autoveículos (automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus) produzidos no Brasil foi de 282.5 mil, resultado 14,2% abaixo do número de agosto (329.3 mil). Na comparação com setembro de 2011, mês em que foram produzidos 261.1 mil autoveículos, esse resultado é 8,2% superior. No acumulado de 2012 foram produzidos 2,46 milhões de autoveículos, 5,7% a menos que no mesmo período de 2011.

Quanto às exportações, foram vendidos para o exterior em setembro 27.194 autoveículos, 36,0% a menos do que em agosto (42.464). Já o resultado de setembro de 2011 foi 40,3% maior (45.531). No acumulado do ano, as exportações totalizam 322.548 autoveículos.

Em setembro foram importados 54.589 autoveículos, número 31,0% inferior ao de agosto (79.169). No acumulado do ano foram importados 597.326 autoveículos, 2,1% a menos na comparação com o mesmo período de 2011 (609.999).

O resultado do licenciamento total de veículos novos foi de 288.108 autoveículos em setembro, queda de 31,4% em relação ao mês anterior (420.080). No acumulado do ano foram licenciados 2.789.300 autoveículos, aumento de 4,0% frente o mesmo período do ano passado (2.682.706).

As informações foram divulgadas ontem (04) pela ANFAVEA.

IPCA varia 0,57% em setembro

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de setembro variou 0,57% segundo dados divulgados nesta sexta-feira (05) pelo IBGE. Em agosto, a taxa havia sido 0,41%. Com esse resultado, o índice acumula alta de 3,77% em 2012 e 5,28% nos últimos 12 meses. Em setembro de 2011, a variação havia sido de 0,53%.

O grupo Alimentos e Bebidas se manteve como a maior taxa entre os componentes do IPCA, com alta de 1,26%. Em agosto, o grupo havia apresentado variação de 0,88%. Outro grupo que sofreu importante aceleração foi habitação que ficou em 0,71%, frente 0,22% de agosto.

Considerando apenas os grupos não alimentícios, a variação foi de 0,36% em setembro, ante 0,27% do mês anterior.

Entre os índices regionais, o maior foi o de Recife (0,79%), influenciado principalmente pelos alimentos que avançaram 2,01% em setembro. Já o menor resultado foi registrado em Curitiba (0,29%). Em São Paulo o índice avançou 0,47%.


Economia Internacional

EUA: desemprego recua para 7,8%

A taxa de desemprego dos Estados Unidos recuou para 7,8% neste mês de setembro, informou o Escritório de Estatísticas do Trabalho nesta sexta-feira (05). Em agosto a taxa havia ficado em 8,1%. O numero de desempregados ficou em 12,1 milhões, decrescendo 456 mil em relação ao mês anterior.

Entre os homens adultos (20 anos ou mais) o desemprego foi de 7,3% em setembro. Já entre as mulheres adultas a taxa foi de 7,0%. E entre os jovens (16 a 19 anos) 23,7% estão desempregado.

O numero de empregados avançou em 853 mil pessoas no mês de setembro e a parcela da população que está empregada subiu 0,4 p.p. atingindo 58,7%.


Agenda


Projeções de Mercado

Relatório divulgado em 01/10/2012

Mediana – Agregado

2012

2013

Há 4 semanas

Há 1 semana

Hoje

Comp. Semanal

Há 4 semanas

Há 1 semana

Hoje

Comp. Semanal

IPCA (%)

5,20

5,35

5,36

(12)

5,51

5,50

5,48

(1)

IGP-DI (%)

8,17

8,70

8,74

(14)

5,01

5,32

5,38

(5)

IGP-M (%)

8,03

8,47

8,60

(15)

5,00

5,26

5,27

(3)

IPC-Fipe (%)

4,38

4,37

4,46

(1)

4,80

4,80

4,90

(1)

Taxa de Câmbio – fim de período (R$/US$)

2,00

2,00

2,00

=

(8)

2,0

2,00

2,00

=

(8)

Taxa de Câmbio – média do período (R$/US$)

1,94

1,95

1,95

=

(1)

2,00

2,00

2,00

=

(4)

Meta da Taxa Selic – fim de período (% a a)

7,25

7,50

7,50

=

(1)

8,50

8,25

8,00

(1)

Meta da Taxa Selic – média do período (% a a)

8,47

8,53

8,53

=

(1)

7,63

7,59

7,58

(1)

Dívida Líquida do Setor Público (% do PIB)

35,25

35,50

35,50

=

(2)

34,00

34,15

34,00

(1)

PIB (% do crescimento)

1,64

1,57

1,57

=

(2)

4,00

4,00

4,00

=

(8)

Produção Industrial (% do crescimento)

-1,78

-1,82

-1,92

(1)

4,50

4,25

4,10

(1)

Conta Corrente (US$ bilhões)

-58,80

-57,75

-57,75

=

(1)

-70,00

-70,00

-70,00

=

(9)

Balança Comercial (US$ bilhões)

18,04

18,04

18,00

=

(1)

15,00

14,48

14,20

(1)

Invest. Estrangeiro Direto (US$ bilhões)

55,00

56,00

57,00

(2)

59,01

59,02

60,00

(2)

Preços Administrados (%)

3,50

3,40

3,45

(1)

4,30

4,00

4,00

=

(1)

*comportamento dos indicadores desde o último Relatório de Mercado; os valores entre parênteses expressam o número de semanas em que vem ocorrendo o último comportamento ( aumento, diminuição ou = estabilidade)

Fonte: Banco Central do Brasil – Relatório de Mercado/Focus.

O Boletim Focus é uma pesquisa realizada pelo Banco Central do Brasil com as principais instituições financeiras do País. Todas as estimativas ali apresentadas devem ser examinadas com bastante cautela, pois não significam compromisso do BACEN nem expressam a opinião da FIESP/CIESP.


Economia Brasileira

INDICADORES

Efetivo

Projeções

2006

2007

2008

2009

2010

2011

    2012

   
 

Crescimento do PIB (%)

4,0

6,1

5,2

-0,3

7,5

2,7

1,4

   

PIB Indústria (%)

2,2

5,3

4,1

-5,6

10,4

1,6

-0,5

   

Extrativa Mineral (%)

4,4

3,7

3,5

-3,2

13,6

3,2

-0,4

   

Transformação (%)

1,0

5,6

3,0

-8,7

10,1

0,1

-2,6

   

Construção Civil (%)

4,7

4,9

7,9

-0,7

11,6

3,6

2,2

   

Serv. Ind. Utilidade Públ. (SIUP) (%)

3,5

5,4

4,8

0,9

8,1

3,8

4,5

   

PIB Agropecuária (%)

4,8

4,8

6,1

-3,1

6,3

3,9

-1,0

   

PIB Serviços (%)

4,2

6,1

4,9

2,1

5,5

2,7

2,3

   

Consumo das Famílias (%)

4,5

5,8

5,7

4,4

6,9

4,1

3,0

   

Consumo do Governo (%)

2,6

5,1

3,2

3,1

4,2

1,9

3,8

   

Formação Bruta de Capital Fixo (%)

9,8

13,9

13,6

-6,7

21,3

4,7

-1,5

   

Exportações de Bens e Serviços (%)

5,0

6,2

0,5

-9,1

11,5

4,5

-0,5

   

Importações de Bens e Serviços (%)

18,4

19,9

15,4

-7,6

35,8

9,7

3,9

   

Setor
Externo

Exportações (US$ bilhões)

137,8

160,6

197,9

153,0

201,9

256,0

248,5

   

Importações (US$ bilhões)

91,4

120,6

173,0

127,6

181,6

226,2

232,3

   

Saldo da Balança Com. (US$ bilhões)

46,5

40,0

24,9

25,4

20,3

29,8

16,2

   

Exportações (%)

16,3

16,6

23,2

-22,7

32,0

26,8

-2,9

   

Importações (%)

24,1

32,0

43,4

-26,2

42,3

24,6

2,7

   

Saldo da Balança Comercial (%)

3,4

-13,8

-37,7

2,0

-20,1

47,0

-45,6

   

Produção Industrial (%)

2,8

6,0

3,1

-7,4

10,5

0,3

-3,0

   

INA – FIESP/CIESP (%)

2,9

6,0

4,3

-8,1

9,9

0,6

-4,4

   

Emprego Industrial SP- FIESP/CIESP (%)

-0,1

4,6

-0,3

-4,5

4,7

0,0

-3,2

   

Emprego Industrial Brasil – IBGE (%)

0,8

3,3

-1,2

-2,4

3,4

-0,4

-2,2

   

Elaboração FIESP/CIESP
Com exceção dos indicadores marcados com *, os dados de 2005 a 2007 foram revisados pelo IBGE.

 

Copyright © 2011 Fiesp. Todos os direitos reservados

Dúvidas e sugestões, clique aqui.

Se você não deseja mais receber esse informativo, clique aqui.

Macro Visão é uma publicação da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e
do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP)

Av. Paulista, 1313 – 5º andar – Cep 01311-923 – Tel.: 11 3549-4316
Diretor Titular do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos: Paulo Francini
Gerente: Guilherme Moreira – Textos: Denilson Lopes, Eduardo Coura, Gabriela Vichi, Jefferson Galetti, Maria Fernanda Máximo e Vinicius Lopes – DEPECON

Revisão: Emilse Bentson – Coordenadora web: Aurilene Santos – Webdesigner: Caroline Levart, Michel Avelar e Bruno Nascimento

O ATO DE FALAR E AS ENERGIAS.
A fala é um meio de comunicação que foi consquistado ao longo dos milênios e no
futuro será considerada obsoleta, totalmente dispensável, pois a telepatia, como meio
mais simples de comunicação entre Consciências, será o substituto natural.
É certo que antes de falar e escrever se pensa. No entanto, algumas vezes, a escrita falada
não corresponde ao que realmente pensamos ou sentimos. É o caso ….”o Coitado não foi merecedor”
Muitos discursos são frutos tão somente de emoções não racionalizadas, próprios das consciências imaturas, cujo teor energético projetado alcançará os ouvintes desavisados.
Uma pessoa com os sentidos aguçados, com certo grau de sensibilidade, certamente perceberá essa falta de sincronização, pois ao falarmos emitimos energias.
Se alguém que fala não estiver sendo sincero, o ouvinte ou o leitor perceberá, devido às energias exteriorizadas.
Existe a fala que acalma, a fala que fere e a fala que seduz e engana. Cada uma dessas facetas traduz um teor de energia peculiar que atingirá os ouvintes sob a forma de impacto, podendo afetar nosso emocional, desequilibrando-o caso não estejam com o centro de força cardíaco disciplinado no bom senso e a mente vigilante.
Assim, temos inúmeros oportunidades de checar essas colocações, com relação a inúmeros programas de TV que assistimos bem como este período que antecede as eleições, quando muitos ocupam, jornais, rádios e emissoras de televisão para externarem o que pensam e o que sentem. Todos temos chances de perceber a real intenção e a sinceridade de cada candidato. As palavras pode ser bonitas, mas as energias que são emanadas retratam o íntimo de cada indivíduo. As palavras bonitas podem iludir, porém as energias jamais
enganam.
Sempre que alguém estiver falando, observe os olhos, a face, seu linguajar, o tom de voz e procure sentir as energias que exteriorizam. É de suma importância permanecer neutro, enquanto estiver observando. Energias positivas tornam a face radiante, os olhos brilhantes, o sorriso atraente, a voz suave e ou as palavras que entram em nosso íntimo.
Quando se fala mal de alguém, que é o caso, há inevitavelmente a projeção de energias deletérias que podem atingir pontos fracos do corpo da pessoa causando distúrbios e mal estar, mas se quem ouve ou lê, possui algum conhecimento no manuseio de energias e já estiver trabalhando em si, A Reforma Interior, certamente usará recursos
de auto defesa e nada energeticamente falando, O ATINGIRÁ.
QUERIDO Ir.’. CASTROPIL, FALAR TODOS FALAM.
FALAR EMANANDO ENERGIAS POSITIVAS É UMA ARTE QUE POUCOS
AINDA CONSEGUEM DOMINAR.
PARABÉNS PELAS PALAVRAS DE GRANDE SABEDORIA !
ESTAMOS JUNTOS !
“NÃO VAMOS LASTIMAR, VAMOS AGIR.
TEMOS O TEMPO AO DISPOR. NÃO VAMOS GRITAR, BAIXEMOS A VOZ NESTE MOMENTO,
SE QUEREMOS QUE NOS ESCUTEM.”
De seu amigo e Ir.’. Nelson Diniz
_________________________________________________________________________________________________________________

Em 4 de outubro de 2012 14:53, CASTROPIL <tcastropil@uol.com.br> escreveu:

Meus irmãos, saudações fraternais !!!

Ontem fomos surpreendidos por um jornaleco apócrifo que relacionava minha pessoa e a dos nossos irmãos Paulo Pinheiro (Luz do Oriente) e Quesada (Phenix Di Thiene) e a Maçonaria de maneira geral a cultos satanistas, com intuito de prejudicar a imagem dos irmãos. Imediatamente entrei em contato com o Presidente do Colégio de Veneráveis, Ir Rafael Ceconello e informei que estaria escrevendo um texto e encaminhando aos órgãos de imprensa regionais. Segue o texto para conhecimento de todos. É o fim do mundo !!!! Voltamos à Idade

 

 

 

ENCOMENDA ENTREGUE.

ESPECIAL…BiiiBiiBiii Biii Biii Caminhão de bençãos pra vc .
OI!!!Tem alguém em casa?
Foi aqui que encomendaram?
|””””””””””””””””””””””””||_
|……………*AMOR*………..|||”
‘__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)”(@)””””**!(@)(@)***!(@)””


|””””””””””””””””””””””””||_
|…………*SAÚDE*………|||”|””__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)”(@)””””**!(@)(@)***!(@)””


|””””””””””””””””””””””””||_
|…………*PAZ*………|||”|””__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)”(@)””””**!(@)(@)***!(@)””
|””””””””””””””””””””””””||_
|…………*CARINHO*………|||”|””_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)”(@)””””**!(@)(@)***!(@)””
|””””””””””””””””””””””””||_
|…………*ALEGRIA*………|||”|””__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)”(@)””””**!(@)(@)***!(@)””
|””””””””””””””””””””””””||_
|…………*AMIZADE*………|||”|””_
|________________ _ |||_|___|)
!(@)”(@)””””**!(@)(@)***!(@)””
|””””””””””””””””””””””””||_
|……..*FELICIDADE*…….|||”|””__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)”(@)””””**!(@)(@)***!(@)
|””””””””””””””””””””””””||_
|……………*FÉ ………..|||”|””
__
|________________ _ |||_|___|)
!(@)”(@)””””**!(@)(@)***!(@)””

Entrega feita!
Participe da campanha FAÇA UM AMIGO FELIZ!!!
Mande essa encomenda p/ todos os seus amigos.
DEUS JÁ PREPAROU UM CAMINHÃO DE BENÇÃOS PARA VC!


Grande ABRAÇO Fique com Deus!!


” DEUS está no controle de tudo e nos ama.”

 

 

A implosão do Mito Lula terá resultado imediato?

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alertawww.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão – serrao@alertatotal.net
O mito Luiz Inácio Lula da Silva vive um momento terrível de desconstrução. Nunca antes na história deste país um ídolo político foi tão atacado como chefe de uma quadrilha prestes a ser condenada, com seus principais operadores já pressentindo o amargo desgosto do cárcere. O nível altíssimo de angústia e tensão, fatalmente, afeta seu humor, estado de espírito e, por consequência, a saúde – que inspira cuidados. Pior que isto só o estrago da imagem santificada por anos de marketagem.
O jogo de poder é cruel para gente como $talinácio. Nos esquemas de colonização globalitários, ao qual o Brasil é historicamente submetido, o suposto rei que perde o poder também fica, automaticamente, sem a majestade. Lula tornou-se mais um objeto descartável pela oligarquia financeira transnacional que controla os negócios mundiais – do capitalismo ou do capimunismo. Tornou-se cabra marcado para cair no ostracismo da História. A dúvida é se tal estrago será imediato ou apenas no longo prazo.
Enquanto servia diretamente como fantoche aos esquenas, globalitários foi poupado de todos os (poucos) ataques que sofreu. Agora, sem a caneta do Diário Oficial da União, é como uma fada que teve roubada a varinha de condão. A capacidade de mistificar foi radicalmente diminuída. Assim, o mítico herói tupiniquim começa a ser submetido a um processo de desconstrução da imagem que pode lhe ser fatal. Nem Getúlio Vargas tomou tanta pancada quanto Lula deve tomar.
Por ironia do destino, Lula sentiu que não é imune ao poder de destruição de um câncer. A Justiça divina o poupou. Mas, a partir de agora, o então poderoso chefão dos petistas também constata que não é mais imune ao rigor seletivo da Justiça dos homens. Como não tem mais o escudo do foro privilegiado do cargo de Presidente da República – agora sendo apenas um cidadão como outro qualquer – responde por tudo em que for denunciado na justiça comum – a mesma que costuma ser muito injusta com a maioria dos reles mortais.
O momento de terror vivido por Lula tem seu ponto evidente no julgamento do mensalão – que ele fez de tudo, nos bastidores, para tentar protelar. Agora, o recado dado por Marcos Valério – que o confirma como verdadeiro chefe dos “mensaleiros” – transforma um líder político bionicamente fabricado pelos esquemas globalitários em um mero chefete de uma quadrilha que vem assaltando o Brasil.
Alem do mensalão – e diretamente relacionado com tal escândalo que caiu na boca do povão, graças à exposição midiática do julgamento no Supremno Tribunal Federal -, Lula agora vira alvo de pequenos ataques que podem ser fatais. É o caso da “maldição dos velhinhos endividados”.
Lula é alvo direto de um processo por improbidade administrativa. Motivo: o Ministério Público Federal o acusa de um prejuízo de R$ 10 milhões aos cofres públicos, por buscar autopromoção, fazer publicidade pessoal e favorecer o Banco BMG, ao enviar a aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social uma cartinha por ele assinada com informações sobre o programa de crédito consignado do governo federal – que se transformou em um inferno de dívidas para os idosos e seus familiares.
Uma ação de improbidade sobre o envio das cartas aos idosos tem conteúdo semelhante a um inquérito sigiloso em tramitação no Supremo Tribunal Federal. O caso foi aberto a partir da denúncia principal do mensalão. O inquérito apura “fatos relacionados às irregularidades no convênio firmado entre o Banco BMG e o INSS/Dataprev para a operacionalização de crédito consignado a beneficiários e pensionistas”. Por mera coincidência, dirigentes do BMG aparecem como réus no processo do mensalão.
Se o caso for denunciado pelo procurador-geral da República – que até agora se omite sobre um assunto de tamanha gravidade política e econômica -, e Lula acabar condenado terá de se aposentar politicamente. A pena fatal para ele é a perda dos direitos políticos por até dez anos – prevista na Lei de Improbidade Administrativa. Para um político, tal penalidade é muito pior que vários anos de prisão (que geralmente ajudam a transformar o condenado em coitadinho, contribuindo para a construção do mito político).
Sorte que Lula – ao contrário do velhinhos que ajudou a se endividarem – já é um aposentado de primeira linha. O chefão do PT não precisa pedir empréstimo consignado para sobreviver. Lula vive como rei graças à tríplice-aposentadoria. Recebe aposentadoria por invalidez do INSS, ganha outra aposentadoriado governo como anistiado político (por 11 dias que o amigo Romeu Tuma manteve o sindicalista com codinome “Boi” na cadeia, durante as famosas greves do ABC), além de mais uma aposentadoria a que tem direito como ex-Presidente da República.
O tríplice-aposentado Lula sabe que a coisa está preta. E não é só por causa do Joaquim Barbosa – que ele nomeou para o STF apenas para fazer média com a “comunidade negra”. O jogo político empretejou para Lula, simplesmente, porque é fatal para quem não dita mais as regras do poder. O Cabo da faxina de um quartel tem mais poder que um ex-Presidente da República.
Lula ainda posa de herói entre os ignorantes beneficiados por seus clientelistas esquemas de bolsas de compensação de renda. Ou entre aqueles que foram levados a acreditar no milagre do operário que chegou ao topo da fábrica Brasil. Para o segmento esclarecido de brasileiros, Lula é mais nada. Sobrevive da autoidolatria. Se perdê-la, já era. E os novos ataques que sofrerá vão se intensificar.
O vácuo de poder está se abrindo. Se Lula for obrigado, por qualquer motivo, a sair de cena, a autofagia do PT vai se tornar evidente. A disputa interna pelo poder no partido – para gerir a aparelhagem pública de que a petralhada se apossou – tende a provocar grandes baixas. Quem assumirá a hegemonia numa fase Pós-Lula?
Por tanto desgaste à vista, só uma providencial morte súbita poderá preservar o que ainda resta da imagem política de Lula. Os diamantes são eternos. Os políticos, não! Pelo menos o grande líder ainda tem uma esperança. Como tem acontecido até agora, nada deve colar nele. Até quando isso vai durar talvez só Deus saiba… O vácuo de poder está se abrindo e vai se concretizar…
Talvez por isso Lula até alimente uma certeza meio fantasiosa e bem típica de um mito providencialmente fabricado pela maquiavelagem de um pseudo-gênio Golbery do Couto e Silva. No juízo final, Lula deve acreditar que vai mesmo para o Céu… Pode ser… Afinal, não dizem que o Diabo odeia concorrentes de peso em seus domínios infernais…

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 18 de Setembro de 2012.

 

 

 

Revisor do mensalão nega constrangimento com questionamentos de colegas

Folha de S. Paulo painel – por Vera Magalhães (*) 05/10/2012 – O desabafo do revisor Aparteado por quatro colegas enquanto votava pela absolvição de José Dirceu e José Genoino, o revisor do mensalão, Ricardo Lewandowski, disse ontem à coluna, após a sessão, que não se sente constrangido com os questionamentos. “Votei de acordo com minha consciência e com meu compromisso com a Constituição, não tenho por que estar constrangido.” Ele também não teme ser vencido: “Enunciei meu voto com base em preceitos legais, doutrinários e jurisprudenciais.”

Data venia Ministros se mostravam irritados com a falta de “consistência argumentativa” do voto de Lewandowski. Um deles disse que estava disposto a acatar provas da inocência de Genoino, mas que o caminho seguido pelo revisor, de validar os empréstimos para o PT, inviabilizou a absolvição do petista.

8 x 2 O ministro José Dias Toffoli deverá considerar perícias que atestariam a legalidade dos empréstimos do Banco Rural ao PT para absolver Genoino. Na análise do capítulo bancário do julgamento, o ministro não reconheceu os empréstimos ao partido como fictícios.
(*) Vera Magalhães é editora do Painel. Na Folha desde 1997, já foi repórter do Painel em Brasília, editora do caderno ‘Poder’ e repórter especial.
———–
“Se estivéssemos diante da final de um campeonato de futebol, a “torcida”, que já havia sacado que a intenão do “juiz” era levar a decisão para os pelnaltis, na esperança que os “atletas”, já cansados não fossem capazes de bater forte, bem no cantinho, assim como fizeram os ministros Rosa Weber e Luiz Fux acompanhando o voto do relator Joaquim Barbosa, outro paladino da Justiça.

O placar de ontem ficou assim: Indignação dos Brasileiros, 3, Mensaleiros 1.
E de quadra campanha petista nas capitais, 0.
Teria sido levada a “campo” a famigerada mala preta para dar ao “juiz”?

Tudo leva crer, pois o dono do apito ficou enrolando durante  “dois tempos”, ou se preferirem, duas sessões enchendo linguíça com apartes sobre Cânomes jurídicos e citações de eminentes magistrados e dá-lhe blá, blá blá. Quase que ele consegue terminar o jogo em 1×0, mas os zagueiros, diga-se verdadeiros paladinos da Justiça, foram mais rápidos e pumba: 2×1 para Indignação dos Brasileiros.
O aprimoramento da Democracia agradece.

DEVANIR”

Breve resumo:

Joaquim Barbosa

Joaquim Benedito Barbosa Gomes (Paracatu, 7 de outubro de 1954) é um advogado, professor, jurista e magistrado brasileiro, atual vice-presidente do Supremo Tribunal Federal.

Terceiro ministro negro do STF, desde abril de 2012, Joaquim Barbosa ocupa o cargo de vice-presidente. Tomou posse em junho de 2003, ano do primeiro mandado do Presidente Luís Inácio Lula da Silva, que o nomeou. Relator e revisor de várias pautas do STF, constantemente Joaquim é matéria de jornais e revistas por sua postura ética e sincera.  Devido à complexidade e ao fato de que o caso envolve vários políticos do alto escalão, a relatoria da denúncia contra os quarenta acusados do mensalão lhe possibilita uma alta visibilidade em torno de sua atuação no STF.

Joaquim Barbosa nasceu em Paracatu, noroeste de Minas Gerais. É o primogênito de oito filhos. Pai pedreiro e mãe dona de casa, passou a ser arrimo de família quando estes se separaram. Aos 16 anos foi sozinho para Brasília, arranjou emprego na gráfica do Correio Braziliense e terminou o segundo grau, sempre estudando em colégio público. Obteve seu bacharelado em Direito na Universidade de Brasília, onde, em seguida, obteve seu mestrado em Direito do Estado.

Foi Oficial de Chancelaria do Ministério das Relações Exteriores (1976-1979), tendo servido na Embaixada do Brasil em Helsinki, Finlândia e, após, foi advogado do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) (1979-84).

Prestou concurso público para procurador da República, e foi aprovado. Licenciou-se do cargo e foi estudar na França, por quatro anos, tendo obtido seu mestrado e doutorado ambos em Direito Público, pela Universidade de Paris-II (Panthéon-Assas) em 1990 e 1993. Retornou ao cargo de procurador no Rio de Janeiro e professor concursado da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Foi visiting scholar no Human Rights Institute da faculdade de direito da Universidade Columbia em Nova York (1999 a 2000) e na Universidade da Califórnia Los Angeles School of Law (2002 a 2003). Fez estudos complementares de idiomas estrangeiros no Brasil, na Inglaterra, nos Estados Unidos, na Áustria e na Alemanha. É fluente em francês, inglês, alemão e espanhol. Toca piano e violino desde os 16 anos de idade. Foi indicado Ministro do do STF por Lula em 2003.

Embora se diga que ele é o primeiro negro a ser ministro do STF, ele foi, na verdade, o terceiro, sendo precedido por Hermenegildo de Barros (de 1919 a 1937) e Pedro Lessa (de 1907 a 1921).

Ricardo Lewandowski

Indicado pelo presidente Lula em 2006, ocupou cargo no Tribunal de Justiça de São Paulo antes de chegar ao Supremo.
Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, foi Professor Titular e Vice-Reitor daquela faculdade. Obteve os títulos de mestre e doutor em 1980 e 1982, respectivamente, pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. É Mestre em Relações Internacionais pela Fletcher School of Law and Diplomacy, da Tufts University, administrada em cooperação com a Harvard University, com a dissertação International Protection of Human Rights: A study of the brazilian situation and the policy of the Carter Administration (1981).

Em 1994, com a tese Pressupostos Materiais e Formais da Intervenção Federal no Brasil, recebeu o título de livre-docente. Em 2003, com a tese Globalização, Regionalização e Soberania, venceu o concurso para Professor Titular do Departamento de Direito do Estado da USP, substituindo o Professor Titular aposentado Dalmo de Abreu Dallari. É bacharel em Sociologia e Política pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.

Rosa Maria Weber

Rosa Maria Weber Candiota da Rosa (Porto Alegre, 2 de outubro de 1948) é uma jurista brasileira, inicialmente juíza do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª região, depois juíza do Tribunal Superior do Trabalho indicada pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e atualmente ministra do Supremo Tribunal Federal indicada pela Presidente Dilma Rousseff.
Após sabatina na Comissão de Constituição e Justiça, teve seu nome aprovado por 19 votos favoráveis e 3 contrários.[5]Em 13 de dezembro o plenário do Senado ratificou a aprovação por 57 votos favoráveis. Durante esta votação, dois senadores se manifestaram contra sua indicação, Demóstenes Torres e Pedro Taques. Afirmaram que Rosa Weber não demonstrou ter a exigência constitucional de “notório saber jurídico” durante a sabatina. Empossada na manhã de 19 de dezembro de 2011, é a terceira mulher a integrar a Suprema Corte, tendo sido as primeiras Ellen Gracie, a quem Rosa Maria substituiu, e Carmen Lúcia, que ainda exerce mandato.

Casada com Telmo Candiota da Rosa Filho, com quem teve dois filhos, graduou-se em Direito na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1971. Foi professora na Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul entre 1989 e 1990

Luiz Fux

Luiz Fux (Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 26 de abril de 1953) é um jurista brasileiro, ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e atual ministro do Supremo Tribunal Federal. Com pai e avós judeus de origem romena, exilados pela Segunda Guerra Mundial, foi criado no bairro carioca do Andaraí. Estudou no Colégio Pedro II e formou-se em Direito na Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro em 1976, onde viria a ser também professor. Após formar-se, começou a carreira jurídica como advogado da empresa Shell; foi posteriormente promotor de Justiça do Ministério Público do estado do Rio de Janeiro, por 3 anos, até ser aprovado em concurso para a magistratura. Fux recebeu em 2011 a Medalha do Mérito Cívico Afro-Brasileiro da Organização Não-Governamental Afrobras e pela Faculdade Zumbi dos Palmares.

Em 1º de fevereiro de 2011, foi indicado pela Presidente Dilma Rousseff para ocupar uma cadeira do Supremo Tribunal Federal, vaga desde agosto de 2010 com a aposentadoria do ministro Eros Grau. A indicação foi defendida pelos políticos Sergio Cabral Filho e Antonio Palocci. Em 9 de fevereiro de 2011 a Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal aprovou por unanimidade a indicação de Luiz Fux para o Supremo Tribunal Federal. Em seguida, a matéria seguiu para o plenário do Senado que aprovou a indicação por 68 votos a favor, 2 contra e sem nenhuma abstenção. Em 11 de fevereiro, foi nomeado ministro do STF. Em 3 de março de 2011, às 16 horas, tomou posse como 11º Ministro da mais alta corte do Brasil

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s