Abraham Lincoln

Presidente dos EUA entre 1861 e 1865
Abraham Lincoln
12/02/1809, Hardin County, Kentucky
14/04/1865, Washington (D.C.)
UOL Educação – da Redação em São Paulo – Abraham Lincoln nasceu em 1809 no Estado de Kentucky, no sul dos Estados Unidos. Filho de um homem da fronteira, teve que lutar para sobreviver, com esforços para estudar enquanto trabalhava em uma fazenda e dirigia uma loja em Illinois.

Lincoln foi capitão contra um levante dos índios, passou oito anos na Assembléia Legislativa do Estado de Illinois, no norte do país, e exerceu advocacia por muitos anos no circuito de tribunais.

Em 1858, Lincoln concorreu contra Stephen A. Douglas para o Senado. Ele perdeu a eleição. Mas no debate com Douglas ganhou uma reputação nacional que lhe valeu a indicação republicana para a disputa presidencial em 1860, que ele venceu com facilidade, devido ao colapso do Partido Democrata, decorrente da crise entre norte e sul em torno da escravidão (o norte era contra, e o sul, a favor).

Lincoln alertou o sul em seu discurso de posse: “em suas mãos, meus compatriotas insatisfeitos, e não nas minhas, se encontra esta questão momentosa da guerra civil”. Para ele, a secessão era ilegal. Ele estava disposto a usar a força para defender a lei federal e a União. Quando as baterias dos confederados dispararam contra o Forte Summer e forçaram sua rendição, ele pediu aos estados 75 mil voluntários. Foi o início da Guerra Civil.

Como presidente, ele transformou o Partido Republicano em uma forte organização naciona, atraindo democratas do Norte para a causa da União. Em 1º de janeiro de 1863 ele divulgou a Proclamação da Emancipação que declarava a libertação dos escravos.

Na inauguração do cemitério militar em Gettysburg, Lincoln declarou: “Que todos nós aqui presentes solenemente admitamos que esses homens não morreram em vão, que esta Nação, com a graça de Deus, venha gerar uma nova liberdade, e que o governo do povo, pelo povo e para o povo jamais desaparecerá da face da terra”.

Ele venceu a reeleição em 1864, enquanto os triunfos militares da União prenunciavam o fim da guerra. Em seus planos para a paz, o presidente era flexível e generoso, encorajando os sulistas a baixarem suas armas e voltarem à União. O espírito que o guiava era claramente o de seu segundo discurso de posse, atualmente gravado em uma parede do Memorial de Lincoln em Washington, DC:

“Sem malícia contra ninguém; com caridade para com todos; com firmeza no correto, que Deus nos permita ver o certo, nos permita lutar para concluirmos o trabalho que começamos; para fechar as feridas da nação…”

Em 14 de abril de 1865, uma sexta-feira santa, Lincoln foi assassinado no Teatro Ford em Washington por John Wilkes Booth, um ator que achava estar ajudando o Sul. O resultado foi o oposto pois, com a morte de Lincoln, morreu a possibilidade de paz com magnanimidade.

Com informações da The White House Historical Association

Resumo:

Você Está Desanimado? Eis um homem que…
EIS UM HOMEM QUE:
Faliu no comércio aos 31 anos de idade.
Perdeu para estadual aos 32.
Faliu novamente aos 34.
Aos 35, sua esposa faleceu.
Teve colapso nervoso aos 36.
Perdeu para prefeito aos 38.
Perdeu para federal aos 43.
Perdeu para estadual aos 46.
Perdeu para federal aos 48.
Perdeu para senador aos 55.
Perdeu para vice presidente aos 56.
Perdeu para senador aos 58.
Foi eleito presidente dos Estados Unidos aos 60.
Este homem foi Abrahan Lincoln.
Foi reeleito em 1864.
Em 14 de abril de 1865, Lincoln assistia a um espetáculo no Teatro Ford, em Washington, quando foi atingido na nuca por um tiro de pistola desferido por um escravista intransigente, o ex-ator John Wilkes Booth. Transportado para uma casa vizinha, Lincoln morreu na manhã do dia seguinte. Lincoln foi um ati-escragista assumido e até hoje figura entre os maiores e mais amados presidentes da história dos Estados .

 

 

O professor de Informática, instalação e manutenção de redes, Sérgio Milan, aqui do ABC é quem nos mandou o e-mail,

Ele está coberto de razão.

DEVANIR

——-Mensagem original——-

De antonio devanir

Assunto: Enc: ATO DE REPULSA

ATO DE REPULSA:

 

Quando ouvimos frases como as escritas abaixo, infelizmente temos que engolir e ficar quietos!!!

“O Brasil não é um país sério” (Charles de Gaule).

“Que país é este que junta milhões numa marcha gay, muitas centenas numa marcha a favor da maconha, mas que não se mobiliza contra a corrupção?” (07/07/2011 Juan Arias, correspondente no Brasil do jornal espanhol El País)

Um motorista do Senado ganha mais para dirigir um automóvel do que um oficial da Marinha para pilotar uma fragata!

clip_image002

Um ascensorista da Câmara Federal ganha mais para servir os elevadores da casa do que um oficial da Força Aérea que pilota um Mirage.

clip_image003

Um diretor que é responsável pela garagem do Senado ganha mais que um oficial-general do Exército que comanda uma Região Militar ou uma grande fração do Exército.

clip_image004

Um diretor sem diretoria do Senado, cujo título é só para justificar o salário, ganha o dobro do que ganha um professor universitário federal concursado, com mestrado, doutorado e prestígio internacional.

clip_image005

Um assessor de 3º nível de um deputado, que também tem esse título para justificar seus ganhos,  mas que não passa de um “aspone” ou um mero estafeta de correspondências, ganha mais que um cientista-pesquisador da Fundação Instituto Oswaldo Cruz, com muitos anos de formado, que dedica o seu tempo buscando curas e vacinas para salvar vidas.


clip_image006


O SUS paga a um médico, por uma cirurgia cardíaca com abertura de peito, a importância de R$ 70,00, bem
menos do que uma diarista cobra para fazer a faxina num apartamento de dois quartos.


clip_image007


Precisamos urgentemente de um choque de moralidade nos três poderes da união,  estados e municípios, acabando com os oportunismos e cabides de emprego.
Os resultados não justificam o atual número de senadores, deputados federais, estaduais e vereadores.
Temos que dar fim a esses “currais” eleitorais, que transformaram o Brasil numa oligarquia sem escrúpulos, onde os negócios públicos são geridos pela “brasiliense cosa nostra”.
O país do futuro jamais chegará a ele sem que haja responsabilidade social e com os  gastos públicos.
Já perdemos a capacidade de nos indignar.


Porém, o pior é aceitarmos essas coisas, como se tivesse que ser assim mesmo,  ou que nada tem mais jeito. Vale a pena tentar.

Participe deste ato de repulsa.
REPASSE! NÃO SEJA OMISSO.

E vai continuar assim durante anos, se nada fizermos, não levantarmos nossas bandeiras contra toda essa corja que hoje habita os corredores dos poderes públicos.

Eu estou fazendo a minha parte, faça a sua,

repasse!

 

   

Angela Tayra
Diretora Técnica – Gerência de Epidemiologia
CRT-Programa Estadual de DST/Aids-SP
www.crt.saude.sp.gov.br
tel 55 11 5087 9864

Teste de auto-avaliação.

Responda à pergunta final com sinceridade e então poderá

avaliar se é ético mesmo.

Trata-se de uma situação imaginária. Você deve decidir sobre a atitude a ser tomada – duas alternativas possíveis.

Caso:
Você está em São Paulo , em meio aos terríveis momentos de enchentes que normalmente ocorrem na cidade.

Você é repórter fotográfico trabalhando para uma rede mundial de notícias e está em meio ao caos -pessoas pedindo socorro, carros sendo arrastados pela correnteza,tirando as fotos mais impactantes.

A água cobre a principal via de trânsito e envolve pessoas e veículos.

De repente, em meio ao caos, você vê naquele “Land Rover” o Lula, a Dilma, o Zé Dirceu, o Delúbio e o Hugo Chavez.

Eles lutam desesperadamente para não serem arrastados pela correnteza, que segue para um enorme buraco que a tudo engole, entre lama, lixo, pedras. Eles estão sendo arrastados e,com certeza, vão morrer.

Você tem a oportunidade única de resgatá-los, mas tem também a oportunidade única de tirar uma fotografia jornalística, seguramente ganhadora do Prêmio Pulitzer(*), que faria você famoso no mundo inteiro, ao mostrar o flagrante inédito DA MORTE de tão famosos políticos.

Não dá para titubear e nem fazer as duas coisas: salvar ou fotografar.

Pergunta:

Baseado em seus princípios éticos e morais, na fraternidade e solidariedade humanas, que devem ser o forte das pessoas generosas, responda sinceramente:

VOCÊ FARIA A FOTO EM PRETO E BRANCO OU COLORIDA ???

(*) O Prêmio Pulitzer é um prêmio americano outorgado a pessoas que realizem trabalhos de excelência na área do jornalismo, literatura e música. É administrado pela Universidade de Colúmbia em Nova York. Foi criado em 1917 por desejo de Joseph Pulitzer que, na altura da sua morte, deixou dinheiro à Universidade de Colúmbia. Parte do dinheiro foi usada para começar o curso de jornalismo na universidade em 1912.

O primeiro Prêmio Pulitzer foi dado em 4 de Junho de 1917, e é anunciado sempre em abril. Os indicados são escolhidos por uma banca independente.

Os prêmios são anuais e divididos em 21 categorias. Em vinte delas, os vencedores recebem um prêmio de dez mil dólares em dinheiro e um certificado. O vencedor na categoria Serviço público de Jornalismo ganha uma medalha de ouro; o prêmio de Serviço Público é sempre dado a um jornal, não a um indivíduo, mesmo que um indivíduo seja citado.

Apenas matérias e fotografias publicadas por jornais nos Estados Unidos são elegíveis pelo prêmio de jornalismo.

No Brasil, um dos equivalentes ao prêmio Pulitzer é o Prêmio Esso.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s