farinha de trigo

 

Passar adiante…


Relembrando um frase tradicional do saudoso Flávio Cavalcanti:

Recebi de um amigo e dou de graça para vocês

FARINHA DE TRIGO

Uma vez eu estava cozinhando milho verde e quando coloquei o garfo na água fervendo para ver se o milho estava pronto, sem querer, acabei queimando a mão toda com água fervendo….
Um amigo meu que era veterano de guerra no Vietnam, estava lá em casa e ele me perguntou se eu tinha e onde estava a farinha de trigo…
Eu mostrei a ele, que tirou o pacote e enfiou minha mão inteira dentro e disse pra eu conservar a mão na farinha por 10 minutos, o que eu fiz.
Diz ele que, no Vietnam, um camarada estava incendiado e, no pânico, os companheiros jogaram um saco de farinha nele todo, o que apagou o fogo, isto não só apagou o fogo, mas ele não teve nem sequer um bolha!!!!
Encurtando a história, eu pus minha mão no saco de farinha por
dez minutos, e quando a retirei não tinha nem uma mancha vermelha nem bolha e NEM DOR ALGUMA!!!
Agora, eu mantenho um pacote de farinha de trigo na geladeira e toda vez que me queimo eu uso a farinha e NUNCA tive uma bolha nem cicatriz nem nada. A farinha gelada é melhor ainda do que a com temperatura
ambiente.
Mantenha um saco de farinha de trigo na sua geladeira, você ficará feliz de assim ter feito, eu que o diga.
Experimente e verá que é verdade.
Lembre de pôr a parte queimada diretamente na farinha, não enxágue em água fria primeiro. DIRETO NA FARINHA POR DEZ MINUTOS E VOCÊ EXPERIMENTARÁ ESTE MILAGRE.
Fundação UCS – Hospital Geral de Caxias do Sul
(54)32187257

Valeu Roberta!

DEVANIR

Riscos da radiação da telefonia celular

Prestigiem/divulguem…

Riscos da radiação da telefonia celular – A AGAPAN promove no dia 12 de novembro, segunda-feira o seminário: “Os riscos da radiação eletromagnética não ionizante para a saúde humana”. Sendo realizado no Plenarinho da Assembleia Legislativa, a atividade inicia às 9h30min estendendo-se até 17h.

Detalhes sobre inscrições e programação completa em

http://agapan.blogspot.com.br/2012/10/riscos-da-radiacao-eletromagnetica-nao.html .

clip_image001

Cérebro Melhor | Seu corpo precisa de exercícios. Seu cérebro também.

Newsletter

Cérebro Melhor

Nº 21 | 2012

Assine já! | Conheça nossos pacotes de assinatura e assine já o programa

Novidade

A comida e o desenvolvimento do cérebro humano

Novidade | A comida e o desenvolvimento do cérebro humano

Foto: Reprodução internet

Os humanos possuem mais neurônios no cérebro do que qualquer outro primata. São aproximadamente 86 bilhões, em média, comparados com 33 bilhões nos gorilas e 28 bilhões nos chimpanzés. Enquanto esses neurônios a mais nos trazem muito benefícios, eles têm um custo – nosso cérebro consome 20% da energia do corpo em descanso, comparado com 9% nos outros primatas. Isso gera um grande enigma… Como os nossos ancestrais conseguiram essa energia adicional para expandir seus cérebros?
Num estudo publicado recentemente e que está fazendo sucesso no mundo todo, Suzana Herculano-Houzel, uma das mais famosas neurocientistas brasileiras e co-autora do estudo, calculou o consumo de energia metabólica dos cérebros de primatas e humanos e, comparando com a dieta de cada animal, concluiu que o grande responsável pelo desenvolvimento do cérebro humano foi o fato de nós termos aprendido a cozinhar a comida.

Leia o artigo completo no site do Cérebro Melhor

Desafio

Costurando

Desafio

Você deve encontrar a palavra que está oculta nesta confusão de letras. A única regra é que as letras da palavra precisam estar em casas contíguas na horizontal, vertical ou diagonal. Além disso, você não poderá usar a mesma casa duas vezes.
Dicas:
– tem 8 letras
– pertence ao tópico “Mente humana”
– letras na diagonal não são permitidas
Confira a resposta na newsletter da próxima semana.

Resposta

Resposta da semana anterior:
CAPACETE

Jogo em Destaque

Na ordem certa

Saiba mais

Categoria

Raciocínio lógico

Jogo em Destaque | Na ordem certa

 

Você consegue alternar entre duas tarefas? A primeira rodada deste exercício é bastante simples: você verá uma nuvem de letras que você deve colocar em ordem alfabética, clicando nelas na ordem certa. Na segunda rodada, você deverá ordenar letras e números ao mesmo tempo, clicando nelas e neles alternadamente. Você pode controlar a dificuldade do jogo e ordenar palavras, ao invés de letras, ou colocar em ordem alfabética palavras de duas categorias alternadamente. O objetivo do jogo é completar a tarefa o mais rapidamente possível, mas sem erros.
Este é um excelente jogo para as funções executivas do seu cérebro, responsável pela memória de trabalho, flexibilidade mental, estabelecimento de metas, inibição de respostas automáticas e ordenação de ações que a tarefa exige. Além disso, este jogo depende de monitoramento visuo-motor e conceitual, velocidade motora e muita atenção. Tudo isso é necessário quando você precisa definir uma estratégia para alcançar um resultado desejado, calcular os movimentos certos para alcançar a solução no menor tempo possível e lembrar-se das regras do exercício.
Executar várias tarefas ao mesmo tempo depende da transfência do foco da sua atenção de uma tarefa para outra sem perder informações. A memória de trabalho é justamente a responsável pela capacidade de manter informações em mente enquanto você avalia tarefas, organiza e prioriza as informações. Essas habilidades são fundamentais para controladores de tráfego aéreo, pessoas que lidam com a cozinha em um restaurante movimentado, jogadores de xadrez – mas também para fazer contas de cabeça, reorganizar seus arquivos financeiros, ou mesmo arrumar a casa, alternando entre tarefas como cozinhar e limpar quando várias coisas têm que estar prontas ao mesmo tempo!

_______________________________________________________________________

| ASSINE JÁ |

Conheça nossos pacotes de assinatura e escolha o mais adequado para você.

| SIGA-NOS |

TwitterOrkutFacebookRSS

| ENTRE EM CONTATO |

Se você tem dúvidas, sugestões ou recebeu esta mensagem com erro, por favor envie um email para contato@cerebromelhor.com.br ou responda diretamente este email.

© 2009 Cérebro Melhor - Todos os direitos reservados.

A Mais antiga loja maçônica

Which Lodge is the Oldest Masonic Lodge in the World? Qual é a mais antiga Loja Maçônica no Mundo?

Versão para a língua portuguesa por Tullio Luigi Farini – Professor de Literatura.

Many Freemasons are curious as to what is the oldest Masonic Lodge in the world. Maçons são curiosos quanto ao que é a mais antiga loja maçônica do mundo.

So was I. I have always heard that Mother Kilwinning was the oldest,… Eu sempre ouvi dizer que Kilwinning a loja Mãe era a mais velha,but, alas,.. mas, infelizmente, a history may have proved me wrong. história pode ter me provado o contrário. I hope you find this information as fascinating as I did. Espero que esta informação seja tão fascinante como quando eu a tive.

Credit is given for the information, below to Past Grand Master of Missouri, Brother Ray V. Denslow, (1885-1960) author of ” The Masonic World of Ray V. Denslow “. O crédito é dado para a informação, abaixo para Grande Mestre Passado do Missouri, o irmão Ray V. Denslow, (1885-1960) autor de “O Mundo Maçônico de Ray V. Denslow”. Missouri Lodge of Research, publisher, 1964. Loja de Pesquisas de Missouri (editor da), sendo a descoberta antiga datada de 1964. A renovamos em tradução de 2012.

Brother Denslow also founded the Royal Arch Mason magazine in 1942 and was instrumental in founding the Missouri Lodge of Research.
The Oldest Masonic Lodge in the World The oldest Masonic Lodge in the world (with verifiable lodge minutes) is the Lodge of Edinburgh No. 1, Edinburgh, Scotland …sometimes known as Mary’s Chapel. A mais antiga loja maçônica do mundo (com minutos alojamentos verificáveis) é a Loja de Edimburgo No. 1, na Escócia … às vezes conhecida como Capela de Maria.

In July, 1949, it observed its 350th anniversary of its establishment. Em julho de 1949, se observou o seu aniversário de 350 anos da sua criação. In 2008, (at the time of this writing), Lodge of Edinburgh No. 1 is 409 years old. Em 2008, a Lodge of Edinburgh No. 1 tinha 409 anos de idade.

Oldest Masonic Lodge Minutes – July 31, 1599: Lodge of Edinburgh No. 1 has records to prove its long time existence as the Oldest Masonic Lodge. Os momentos mais antigos registrados da Loja Maçônica – foram em 31 de julho de 1599: A Lodge of Edinburgh No. 1 tem registros para provar a sua existência há muito tempo como a mais antiga loja maçônica.

Most impressively, its first 5 pages of minutes incorporate the Schaw Statutes which are dated December 28, 1598. O mais impressionante, seus primeiros 5 de minutos de páginas incorporaram os Estatutos Schaw, que são de 28 de dezembro de 1598.

Six months later, on July 31, 1599 , are to be found the minutes which confirm the lodge’s claim as having the oldest existing Masonic minutes. Em 31 de julho de 1599, confirmam a alegação da pousada maçônica. It must be noted, however, that from these minutes there exists no conclusive evidence that the lodge was actually constituted on this date nor that it is, in actuality, the oldest lodge. Deve-se notar, entretanto, que a partir desses escritos não existem provas conclusivas de que a pousada foi realmente constituída, nesta data, nem que ele é, na verdade, a mais antiga loja.

Schaw Statutes: The Schaw Statutes (part of the Old Charges ) are named for William Schaw, who was Master of Work to His Majesty and General Warden of the Masonic craft. Estatutos Schaw: Estatutos Schaw (parte das Old Charges) são nomeados por William Schaw, que era Mestre de Obra para Sua Majestade e Vigilante Geral do ofício maçônico. In these Statutes, he declared that theses ordinances issued by him for the regulation of lodges considered the lodge at Edinburgh to be for all time, the first and principal lodge in Scotland. Neste Estatuto, ele declarou que as teses emitidas por ele para a regulação de lojas considerasse o alojamento em Edimburgo a ser para todos os tempos, o primeiro e principal, na Escócia.

Lodge of Edinburgh No. 1 was first called “The Lodge of Edinburgh” and retained this name until 1688, when the Grand Lodge of Scotland confirmed its charter, designating it as “The Lodge of Edinburgh (Mary’s Chapel) No. 1” A Lodge of Edinburgh No. 1 foi chamada pela primeira vez “The Lodge of Edinburgh” e manteve este nome até 1688, quando a Grande Loja da Escócia confirmou sua carta, designando-a como “The Lodge of Edinburgh (Capela Maria) No. 1”

Prominent members belonging to the Lodge of Edinburgh in its very early days were: Proeminentes membros pertencentes à Loja de Edimburgo em seus primeiros dias foram:

· His Royal Highness, the Prince of Wales (afterward called King Edward VII) Sua Alteza Real, o Príncipe de Gales (mais tarde chamada King Edward VII)

· His Royal Highness King Edward VIII Sua Alteza Real, o rei Edward VIII

Both were affiliated with the lodge, taking the obligation on the “Breeches Bible”, which was printed in 1587. Ambos eram filiados com a loja, tendo a obrigação da “Bíblia Culatras”, que foi impressa em 1587. The pen with which these 2 brothers signed the roll is still preserved in the Edinburgh Lodge No. 1 museum. A caneta com que estes dois irmãos assinaram o rolo ainda está preservada na Loja de Edimburgo No. 1 em um museu.

Oldest Masonic Lodge Mais antiga loja maçônica

First Operative to Speculative in Scotland – 1600: As early as 1600, The Lodge of Edinburgh began to admit non-operative Freemasons. Operativa em primeiro e da especulativa na Escócia – em 1600: No início de 1600, A Lodge of Edinburgh começou a admitir maçons não operativos. In June, 1600, the Laird of Auchinleck was made a speculative member, the first authentic record of the making of such a member. Em junho de 1600, o Laird de Auchinleck foi feito um membro especulativo, o primeiro registro autêntico do making of desses membros.

The famous Dr. Desaguliers visited the The Lodge of Edinburgh on August 24, 1721. O Desaguliers famoso visitou a Lodge of Edinburgh em 24 de agosto de 1721. He had served as Grand Master of England and was referred to as “General Master Desaguliers”. Ele serviu como Grão-Mestre da Inglaterra e foi referido como “Mestre Geral Desaguliers”. On the next day, while he was present, the Lord Provost of Edinburgh, the Treasurer, the Deacon Convener of the Trades and the Clerk to the Dean of the Guild Court were admitted as members. No dia seguinte, enquanto ele estava presente, o Senhor Reitor de Edimburgo, o Tesoureiro, o Diácono Convocador dos negócios e o secretário para o decano do Tribunal Grêmio foram admitidos como membros.

This date is thought to mark the change over from operative to speculative Freemasonry in Scotland. Esta data é para marcar a passagem da operativa para a maçonaria especulativa, na Escócia.

Inception of Grand Lodge of Scotland – 1736: When the Grand Lodge of Scotland was established on November 30, 1736 , Lodge of Edinburgh took an active part. Criação da Grande Loja da Escócia – 1736: Quando a Grande Loja da Escócia foi estabelecida em 30 de novembro de 1736, a Lodge of Edinburgh tomou parte ativa. Thirty-three lodges were represented at the meeting which was held in the lodge room of Edinburgh Lodge. Trinta e três lojas foram representadas na reunião que foi realizada na sala do alojamento da Loja de Edimburgo. Because the oldest minute of a lodge was that of Edinburgh Lodge, it was placed first on the roll of the Grand Lodge. E foi colocada em primeiro lugar no rolo da Grande Loja.

Lodge Kilwinning – 1642: Lodge Kilwinning was the second oldest Masonic lodge because of its records dating to December 20, 1642 . A Kilwinning Lodge – 1642: A Kilwinning Lodge foi a mais antiga loja maçônica segundo seus registros datados a 20 de dezembro de 1642. (It is believed there may be older lodges, but empirical proof has not been found.) Considerable friction developed in 1807 when the Grand Lodge of Scotland permitted Kilwinning to prefix the word “Mother” to its name. (Acredita-se que pode haver lojas mais velhas, mas a prova empírica não foi encontrada.)


Oldest Masonic Lodge A mais antiga loja maçônica

Simon-Sez: Should you wish to visit the oldest Masonic lodge in the world, I would be remiss not to mention that Edinburgh, Scotland is also home to Edinburgh Castle, standing 300-400 feet above the city. Se você deseja visitar a mais antiga loja maçônica do mundo, eu seria negligente se não mencionasse que Edimburgo, na Escócia é também a casa do Castelo de Edimburgo, de pé a 300-400 metros acima da cidade. Lit up, even after dark, looking up you will see a virtual fairyland of turrets, battlements and castle buildings. Acesa, mesmo após o anoitecer, e assim olhando para cima, você verá uma terra de fadas virtual de torres, muralhas e prédios do castelo.

clip_image001

Edinburgh Castle..Courtesy of Robert Blumberg. Castelo de Edimburgo.

Edinburgh Castle (pronounced Ed-in-burr-uh) dates back to 617 AD, (nearly 1400 years ago) when Edwin, King of Northumbria, established a castle on the “Rock”. O castelo de Edimburgo remonta a 617 dC, (cerca de 1400 anos atrás), quando Edwin, o rei de Northumbria, estabeleceu um castelo na “Rocha”. The town growing up around it became “Edwin’s Burgh”, simplified into Edinburgh. A cidade cresceu em torno dele e tornou-se “de Edwin Burgh”, simplificado em Edimburgo. Com essa curiosidade você poderá ilustrar a muitos.

Its banquet hall, once used as a room for Parliament, is about 84 ft. x 33 ft and has an open timber roof, 45 ft. high. Seu salão de banquetes, uma vez utilizado como um espaço para o Parlamento, é de cerca de 84 pés x 33 pés e tem um telhado de madeira de 45 pés de altura. It was here in 1633, Charles I, and in 1648, Oliver Cromwell were entertained with opulence and great magnificence. Foi aqui, em 1633, que Charles I, e em 1648, Oliver Cromwell foram entretidos com opulência e grande magnificência.

Decorations on the roof timbers bear the emblazonments of the arms of the principal governors and constables of the castle from 1007 to 1805. As decorações nas vigas do telhado suportam os brasões dos braços dos governadores principais e condestáveis ​​do castelo – 1007-1805. On its walls are weapons of war, defensive armor of various periods and flags of old Scottish regiments. Em suas paredes estão armas de guerra, armaduras defensivas de vários períodos e bandeiras de antigos regimentos escoceses.

Edinburgh Castle Dungeons: Beneath it is a double tier of dungeons with small iron barred loop-holes used for prisoners from the middle of the 18th century (1700s) to Waterloo. As masmorras do Castelo de Edimburgo: É uma camada dupla de masmorras com ferro barrado em brechas usadas para presos a partir do meio do século 18 (1700) para Waterloo.

Edinburgh Castle Dog Cemetery For “Soldier “Dogs: Then, as now, loyalty is a highly regarded virtue by the Kings of Scotland. Edinburgh Cemitério dos cachorros do Castelo Para “cães soldados”: Então, como agora, a lealdade é uma virtude altamente considerada pelos reis da Escócia. Edinburgh Castle is home to an immaculately kept dog cemetery for the soldier dogs of its Kings. O Castelo de Edimburgo é o lar de um cemitério canino nos jardins para os cães soldados de seus reis.

clip_image002

Dog Cemetery at Edinburgh Castle Cemitério canino no Castelo de Edimburgo
Photo Courtesy of Jessee Wright

King George VI…Grand Master of Scotland: At a quarterly communication of the Grand Lodge, held November 5, 1936, they elected unanimously, Brother, His Royal Highness, the Duke of York, (later to become King George VI) as Grand Master of Scotland. Rei George VI … Grão-Mestre da Escócia: Em uma comunicação trimestral da Grande Loja, realizada 05 de novembro de 1936, elegeram, por unanimidade, o irmão, Sua Alteza Real, o duque de York, (que viria a se tornar o Rei George VI) Grão-Mestre da Escócia.

King George VI: It was also in Edinburgh Castle’s Banquet Hall that the ceremony of the installation of the Duke of York, who later became King George VI, and who was the current Queen Elizabeth’s father, was carried out on St. Andrew’s Day, November 30, 1936. O Rei George VI: Foi também no Hall do Castelo de Edimburgo e em banquete que a cerimônia de instalação do Duque de York, que mais tarde tornou-se rei George VI, e quem era o pai da atual rainha Elizabeth, foi realizada no dia de Santo André, novembro 30, 1936. (the bi-centenary of the Grand Lodge of Scotland…in 1736) (O bicentenário da Grande Loja da Escócia … em 1736)

Past Grand Master, Ray V. Denslow, the author of the book, attended this momentous ceremony at Edinburgh Castle. O Grande Mestre Passado, Ray V. Denslow, o autor do livro, honrou com a presença nessa cerimônia memorável no Castelo de Edimburgo.


Therefore, Edinburgh (Ed-in-burr-uh) Lodge No. 1 claims the rank of having Portanto, Edimburgo a Lodge No. 1 reivindica o posto de ter:

· The Oldest Masonic Minutes O mais antigo registro maçônico.

· The lodge of record where the O alojamento de registro onde o first Operative to Speculative Freemasonry began. primeiro operativo e a Maçonaria especulativa começaram.

…and, therefore, due to these documented Minutes, claims its title as the Oldest Masonic Lodge in the world. … E, portanto, devido ao documentado, afirma seu título como a mais velha Loja Maçônica do mundo.


and…now… E … agora … for the Rest of the Story… para o resto da história …

Lodge Kilwinning…the Oldest Masonic Lodge in the World?? A Kilwinning Lodge … seria a mais velha Loja Maçônica no Mundo?

clip_image003

Mother Kilwinning Lodge Kilwinning A Loja mãe
Photo Courtesy of HP Gray

Here is what Albert Mackey had to say about the dispute between the oldest Masonic lodge in the world being Edinburgh Lodge No. 1 or Mother Lodge 0 Kilwinning: Aqui está o que Albert Mackey tinha a dizer sobre a disputa entre a mais antiga loja maçônica do mundo sendo a de Edimburgo No. 1 ou a Mãe Kilwinning Lodge 0:


Mackey’s Revised Encyclopedia of Freemasonry, Page 517-518, 1929, published by The Masonic History Company: Enciclopédia Revisada Mackey da Maçonaria, página 517-518, 1929, publicada pela Companhia história maçônica:


“As the city of York claims to be the birthplace of Freemasonry in England, the obscure little village of Kilwinning is entitled to the same honor with respect to the origin of the Order in the sister kingdom of Scotland. “Como a cidade de York afirma ser o berço da Maçonaria na Inglaterra, a vila pouco obscura de Kilwinning tem direito à mesma honra com relação à origem da Ordem no reino irmão da Escócia”.

The claim to the honor, however, in each case depends on the bare authority of a legend, the authenticity of which is now doubted by many Masonic historians. A alegação para a honra, no entanto, em cada caso depende da autoridade nua de uma lenda, a autenticidade do que agora é posto em dúvida por muitos historiadores maçônicos.

The Abbey of Kilwinning is situated in the bailiwick of Cunningham, about 3 miles north of the royal burgh of Irving, near the Irish Sea. A Abadia de Kilwinning está situada no reduto de Cunningham, cerca de três quilômetros ao norte do Burgo Real de Irving, perto do Mar da Irlanda.

The abbey was founded in the year 1140 , by Hugh Morville, Constable of Scotland, and dedicated to Saint Winning, being intended for a company of monks of the Tyronesian Order, who had been brought from Kelso. A abadia foi fundada no ano de 1140, por Hugh Morville, Constable da Escócia, e dedicada a São Vencer, sendo destinado para uma empresa de monges da Ordem Tironesiana, que haviam sido trazidos de Kelso.

The edifice must have been constructed at great expenses and with much magnificence, since it is said to have occupied several acres of ground in its whole extent. O edifício deve ter sido construído com grandes despesas e com magnificência, e se diz ter ocupado vários hectares de terra em toda sua extensão.

Traveling Freemason Architects: Lawrie ( History of Freemasonry , page 46, 1859 edition) says that, by authentic documents as well as by other collateral arguments which amount almost to a demonstration, the existence of the Kilwinning Lodge has been traced back as far as the end of the 15th century. Arquitetos maçons em viagem: Lawrie (História da Maçonaria, página 46, edição 1859) diz que, por documentos autênticos, bem como por outros argumentos colaterais que somam quase a uma manifestação, que a existência da Loja Kilwinning foi rastreada até a final do século 15.

But we know that the body of architects who perambulated the Continent of Europe and have frequently been mentioned under the name of “Traveling Freemasons”, flourished at a much earlier period; and we learn, also, from Lawrie himself, that several of these operative Freemasons traveled into Scotland, about the beginning of the 12th century. Mas sabemos que o corpo de arquitetos que perambularam o Continente da Europa e têm sido frequentemente mencionados sob o nome de “maçons Viajantes”, que floresceram em um período muito mais cedo, e nós aprendemos, também, de Lawrie em si mesmo, que vários destes maçons operatórios viajaram para a Escócia, no começo do século 12.

Hence, we have every reason to suppose that these men were the architects who constructed the Abbey at Kilwinning, and who first established the Institution of Freemasonry in Scotland. Por isso, temos todas as razões para supor que esses homens foram os arquitetos que construíram a Abadia de Kilwinning, e que primeiro estabeleceu a Instituição da maçonaria na Escócia.

If such be the fact, we must place the origin of the first Lodge in that kingdom at an earlier date, by 3 centuries, than that claimed for it by Lawrie, which would bring it much nearer, in point of time, to the great Masonic Assembly, which is traditionally said to have been convened in the year 926, by Prince Edwin, at York, in England. Se tal for o fato, devemos colocar a origem da primeira Loja do reino em uma data anterior, por três séculos, do que a alegada para ele por Lawrie, que traria muito mais próximo, no ponto de tempo, para a grande Assembleia Maçônica, que tradicionalmente é dito ter sido convocada no ano 926, pelo Príncipe Edwin, em York, na Inglaterra. (See Old Charges )” (Veja as Old Charges)”.

Edinbugh, Scotland is approximately 200 miles from York, England…a trip of about 4-1/2 hours by car. Edinbugh, na Escócia está a aproximadamente 200 quilômetros de York, na Inglaterra em uma viagem de cerca de 4-1/2 horas de carro.

King Robert Bruce “There is some collateral evidence to sustain the probability of this early commencement of Freemasonry in Scotland. It is very generally admitted that the Royal Order of Herodem was founded by King Robert Bruce, at Kilwinning. O Rei Robert Bruce – “Há alguma evidência de garantia para sustentar a probabilidade de este início precoce da Maçonaria na Escócia”. “É muito geralmente admitido que a Ordem Real de Herodem fosse fundada pelo rei Robert Bruce, em Kilwinning”.

Thory, in the Acta Latomorum , gives the following chronicle: Thory, no Latomorum Acta, dá a crônica seguinte:

“Robert Bruce, King of Scotland, under the title of Robert I, created the Order of St. Andrew of Chardon, after the battle of Bannockburn, which was fought on the 24th of June, 1314. “Robert Bruce, rei da Escócia, sob o título de Robert I, criou a Ordem de Santo André de Chardon, após a batalha de Bannockburn, que foi travada no dia 24 de junho de 1314”.

To this Order was afterwards united that of Herodem, for the sake of the Scotch Freemasons, who formed a part of the 30,000 troops with whom he had fought an army of 100,000 Englishmen. Para esta Ordem foi posteriormente unida a de Herodem, para o bem dos Maçons escoceses, que faziam parte dos 30.000 soldados com quem ele tinha lutado contra um exército de 100.000 ingleses.

Grand Master King Robert Bruce: King Robert reserved the title of Grand Master to himself and his successors forever, and founded the Royal Grand Lodge of Herodem at Kilwinning.” “Grand Master Rei Robert Bruce: O Rei Robert teve reservado o título de Grande Mestre para si e seus sucessores para sempre, e fundou a Royal Grand Lodge de Herodem em Kilwinning”.

clip_image004

King Robert the Bruce – King of Scotland – 1306-1329 Rei Robert Bruce – Rei da Escócia – 1306-1329
Standing on the Field at Bannockburn, Stirling, Scotland Permanente do Campo em Bannockburn, Stirling, Escócia.
Photo Courtesy David Hayes, Trossachs Photography
All Rights Reserved.

Doctor Oliver says that “the Royal Order of Herodem had formerly its chief seat at Kilwinning; and there is every reason to think that it and Saint John’s Masonry were then governed by the same Grand Lodge.” O Doutor Oliver diz que “a Ordem Real de Herodem tinha anteriormente a sua sede principal em Kilwinning. E não há qualquer razão para pensar que ele e a Maçonaria de São João foram então governados pela mesma Grande Lodge”.

In 1820, there was published at Paris a record which states that in 1286, James, Lord Stewart, received the Earls of Gloucester and Ulster into his Lodge at Kilwinning; which goes to prove that Lodge was then existing and in active operation at that place. Em 1820, foi publicado em Paris um registro que afirma que em 1286, James, o Senhor Stewart, recebeu o Earls de Gloucester e Ulster em sua Lodge em Kilwinning, o que prova que a Lodge era então existente e em operação ativa nesse lugar.

The modern iconoclasts, however, who are leveling these old legends with unsparing hands, have here been at work. Brother D. Murray Lyon has attacked the Bruce legend, and in the London Freemasons Magazine (of 1868, page 14), says: Os iconoclastas modernos, no entanto, que estão nivelando essas lendas antigas com as mãos impiedosas, que ali estiveram na obra do irmão D. Murray Lyon atacando a lenda de Bruce, e na Revista London dos maçons (de 1868, página 14), onde diz:

“Seeing that the Fraternity of Kilwinning never at any period practised or acknowledged other than Craft degrees, and have not preserved even a shadow of a tradition that can in the remotest degree be held to identify Robert Bruce with the holding of Masonic Courts, or the Institution of a Secret Order at Kilwinning, the Fraternity of the “Herodim”, must be attributed to another than the hero of Bannockburn, and a birthplace must be sought for it in a soil still more favorable to the growth of the high grades than Scotland has hitherto proved.” “Vendo que a Fraternidade de Kilwinning nunca tendo em qualquer período praticado ou reconhecido além dos graus de Arte, e não tendo preservado até mesmo uma sombra de uma tradição que possa, ao mais remoto grau ser realizada para identificar Robert Bruce com a realização de Tribunais Maçônicos, ou o instituição de uma ordem secreta em Kilwinning, a Fraternidade de “Herodim”, deve ser atribuída a outro do que o herói de Bannockburn, e um berço deve ser procurado em um solo ainda mais favorável para o crescimento das notas altas do que a Escócia até agora tem provado.” Era o esnobismo antigo e a discussão de uma época.

He, (Murray), intimates that the legend was the invention of the Chevalier Ramsay, whose birthplace was in the vicinity of Kilwinning. Ele, (Murray), sugere que a lenda era a invenção do Chevalier Ramsay, cujo berço estava na vizinhança de Kilwinning.

Brother Mackey says , “I confess that I look upon the legend and the documents that contain it with some favor, as at least furnishing the evidence that there has been among the Fraternity a general belief of the antiquity of the Kilwinning Lodge.” Irmão Mackey diz: “Eu confesso que eu olhei para a lenda e os documentos que a contém com algum favor, como pelo menos a apresentação das provas de que houve entre a Fraternidade uma crença geral de antiguidade da Lodge Kilwinning”.

Those, however, whose faith is of a more hesitating character, will find the most satisfactory testimonies of the existence of that Lodge in the beginning of the 15th century. Aqueles, no entanto, cuja fé é de caráter mais hesitante, vão encontrar os testemunhos mais satisfatórias da existência de que a Loja existia no início do século 15. At that period, when James II was on the throne, the Barons of Roslin, as hereditary Patrons of Scotch Freemasonry, held their annual meetings at Kilwinning, and the Lodge at that place granted Warrants of Constitution for the formation of subordinate Lodges in other parts of the kingdom. Naquele período, quando James II estava no trono, os Barões de Roslin, como Patronos hereditários da Maçonaria escocesa, realizaram suas reuniões anuais em Kilwinning, e a Lodge naquele lugar tinha concedido mandados de Constituição para a formação de Lojas subordinadas em outras partes do reino.

Kilwinning Subordinate Lodges: The lodges thus formed, in token of their respect for, and submission to, the mother Lodge whence they derived their existence, affixed the word Kilwinning to their own distinctive name; many instances of which are still to be found on the register of the Grand Lodge of Scotland—such as Canongate Kilwinning, Greenock Kilwinning, Cumberland Kilwinning, etc. A Loja de Kilwinnin subordinada em seus alojamentos assim formados, em sinal de seu respeito e submissão à mãe de onde eles tiraram a Lodge da sua existência, aposta a Kilwinning a palavra para seu próprio nome sobre muitos exemplos de que ainda estão para ser encontrados no Registro da Grande Loja da Escócia — como Canongate Kilwinning, Kilwinning Greenock, Kilwinning Cumberland, etc.

Grand Lodge of Scotland…in Edinburgh: But, in process of time, this Grand Lodge at Kilwinning ceased to retain its supremacy and finally its very existence. A Grande Loja da Escócia, em Edimburgo…: Mas, no decorrer do tempo, esta Grande Loja em Kilwinning deixou de manter a sua supremacia e, finalmente, a sua própria existência. …so in Scotland, the supreme seat of the Order was at length transferred from Kilwinning to the metropolis; and hence, in the doubtful document entitled the ” Charter of Cologne “, which purports to have been written in 1542, we find, in a list of 19 Grand Lodges in Europe, that that of Scotland is mentioned as sitting at Edinburgh, under the Grand Mastership of John Bruce. … Então na Escócia, a sede suprema da Ordem foi finalmente transferida de Kilwinning para a metrópole, e, portanto, no documento duvidoso intitulado “Carta de Colônia”, que pretende ter sido escrito em 1542, que encontramos, em uma lista de 19 Grandes Lojas da Europa, que a da Escócia é mencionada como assentada em Edimburgo, sob o Grão Mestrado de John Bruce.

Kilwinning Records Cannot Prove Itself as the Oldest Masonic Lodge: In 1736, when the Grand Lodge of Scotland was organized, the Kilwinning Lodge was one of its constituent Bodies, and continued in its obedience until 1743. Os registros de Kilwinning não podem revelar-se como da mais antiga loja maçônica: Em 1736, quando a Grande Loja da Escócia foi organizada, a Loja Kilwinning foi um dos seus órgãos constituintes, e continuou na sua obediência até 1743. In that year it petitioned to be recognized as the oldest Lodge in Scotland; but as the records of the original Lodge had been lost, the present Lodge could not prove, says Lawrie, that it was the identical Lodge which had first practiced Freemasonry in Scotland. Naquele ano, ela pediu para ser reconhecida como a mais antiga Lodge, na Escócia, mas como os registros da Loja original tinham sido perdidos, a Lodge presente não poderia provar, diz Lawrie, que era a Lodge idêntica a que havia praticado primeiro a Maçonaria na Escócia. Isso eu vi e ouvi no Brasil vária vezes antes sobre a versão adotada.

Kilwinning Lodge Secedes From the Grand Lodge of Scotland: The petition was therefore, rejected, and, in consequence, the Kilwinning Lodge seceded from the Grand Lodge and established itself as an independent Body. A Kilwinning Lodge e a Grande Loja da Escócia: A petição foi, portanto, rejeitada, e, em consequência, a Loja Kilwinning se separou da Grande Loja e estabeleceu-se como um órgão independente. Discutiu e assim se tornou dissidente ou separatista.

Mother Kilwinning Lodge: “Mother” Kilwinning Lodge organized Lodges in Scotland; and several instances are on record of its issuing Charters as Mother Kilwinning Lodges to Lodges in foreign countries. A Loja Mãe Kilwinning: a “mãe” das Lodges Kilwinning organizadas na Escócia, e várias instâncias estão no registro de suas Cartas de emissão como Loja Mãe Kilwinning para Lojas em países estrangeiros. Thus, it granted one to a Lodge in Virginia in 1758, and another in 1779 to some Brethren in Ireland calling themselves the Lodge of High Knights Templar. Assim, concedeu uma a uma Loja da Virginia, em 1758, e outra em 1779 para alguns irmãos na Irlanda que se autodenominam a Alta Loja dos Cavaleiros Templários.

Kilwinning Rejoins the Grand Lodge of Scotland: But, in 1807, the Mother Lodge of Kilwinning renounced all right of granting Charters, and came once more into the bosom of the Grand Lodge, bringing with her all her daughter Lodges. Kilwinning se junta à Grande Loja da Escócia: Mas, em 1807, a Loja Mãe de Kilwinning renunciou ao direito de concessão de Cartas, e veio mais uma vez ao seio da Grande Loja, trazendo com ela todas as Lojas de suas filiações.

Here terminates the connection of Kilwinning as a place of any special importance with the Freemasonry of Scotland.” Aqui termina a ligação de Kilwinning como um lugar de importância especial com a Maçonaria da Escócia.

…End of Albert Mackey reference information. Albert Mackey foi tomado em informações de referência.

. ..and That…is the Rest of the Story about the dispute as to which of these 2 Lodges is the Oldest Masonic Lodge in the World. Isso … é o resto da história sobre a disputa sobre a qual das duas Lodges de qual é a mais antiga loja maçônica do mundo.

Empirical evidence supporting the history of Freemasonry prior to the 18th Century (1700s) is difficult to find. A evidência empírica apoiando a história da Maçonaria antes do século 18 (1700) é difícil de encontrar. The loss of evidence of the Minutes of Lodge Kilwinning from 1140 to 1642, which might well prove it to be the oldest Masonic lodge, is a very sad loss, indeed. A perda de provas da Ata da Kilwinning Lodge 1140-1642, é que mostraria que poderia muito bem vir a ser a mais antiga loja maçônica, e é uma perda muito triste, na verdade.

However, history can be reported only as accurately as it is recorded and passed down through the generations. No entanto, a história pode ser comunicada apenas como exatamente está gravado e transmitido através das gerações.

So…which of these 2 lodges is the Oldest Masonic Lodge in the world? Então … Qual dessas duas lojas é a mais antiga loja maçônica do mundo? Empirical (historical) evidence going back this far is difficult (read this to mean: almost impossible) to find. Prova (histórica) empírica a voltar a tão longe é difícil (leia isto para dizer: quase impossível) de encontrar.

Dates of the chartered foundations of Lodge of Edinburgh No. 1, Mother Lodge Kilwinning No. 0 nor Lodge of Melrose St. John No. 1…all of which were in existence in and before 1598,…and all 3 of which are named with a zero or a one in their name, have not been found. Nem nas datas das fundações da Lodge of Edinburgh No. 1, nem da Loja Mãe Kilwinning No. 0 nem da Lodge de Melrose São João n º 1 … Todas que estavam em vigor em 1598, e antes de tudo… E três de que são nomeadas com um zero ou um em seu nome, não foram encontradas.

Therefore, while Lodge of Edinburgh No. 1 has in their possession the oldest Masonic lodge minutes, it may very well be possible that another lodge may, in truth, be able to claim the title of the oldest Masonic lodge in the world…if only they could prove their claim to this title. Portanto, enquanto a Lodge of Edinburgh No. 1 tem na sua posse mais antigas documentações de Loja Maçônica, e pode muito bem ser possível que outra possa se apresentar, na verdade, ser capaz de reivindicar o título da mais antiga loja maçônica do mundo … Se pudesse provar a sua alegação com este título.

Therefore, I’ll let you decide from the evidence as to which is the oldest Masonic lodge in the world. Portanto, eu vou deixar você decidir a partir da evidência do quanto e qual é a mais antiga loja maçônica do mundo. Com certeza tomei muito tempo com esta versão, a ser registrada na História e Literatura Maçônica. (TLF).

Grand Lodge Inception Dates: Inserção das grandes datas da Lodge:

England: 1717 Inglaterra: 1717

Ireland: 1725 Irlanda: 1725

France: 1728 – (Grand Orient de France) França: 1728 – (Grande Oriente de França)

United States: 1730 Estados Unidos: 1730

Scotland: 1736 Escócia: 1736


Roteiro Maçônico.

CONSIDERING A MASONIC TRIP? Considerando uma viagem maçônica?

If you are considering taking a Masonic trip, to visit the oldest Masonic lodge, Scotland is an excellent travel choice, as there is much to see and do,… Se você está pensando em fazer uma viagem maçônica, para visitar a mais antiga loja maçônica, a Escócia é uma escolha e uma excelente viagem, pois há muito para ver e fazer… most of which is within a 2 hour drive of Edinburgh. A maioria está dentro de 2 horas de carro de Edimburgo.

Here are some of the places to see: Aqui estão alguns dos locais a visitar:

Edinburgh Castle: Edinburgh, Scotland. Castelo de Edimburgo: Edimburgo, Escócia. Take a tour of historic Edinburgh Castle, perched high upon the hill above Edinburgh. Faça um tour histórico no Castelo de Edimburgo, empoleirado no alto da colina acima de Edimburgo.

The castle is home to military museums and contains the Scottish National War Memorial as well as the Honours of Scotland,… O castelo abriga museus militares e contém o Scottish National War Memorial, bem como as Honras da Escócia epossibly the oldest royal regalia in Europe. possivelmente a mais antiga regalia real na Europa.

Members of the Royal Artillery fire the famous One O’Clock Gun from Edinburgh Castle’s canons. Membros do fogo da Royal Artillery Gun O’Clock o famoso e um dos cânones do Edinburgh Castle.

Lodge of Edinburgh No. 1: The oldest Masonic lodge in the world, Lodge of Edinburgh No. 1, is located on Hill Street in Edinburgh. Lodge of Edinburgh No. 1: A mais antiga loja maçônica do mundo, a Lodge of Edinburgh No. 1, está localizada em Hill Street, em Edimburgo.

Grand Lodge of Scotland: Edinburgh, Scotland Grande Loja da Escócia: Edimburgo, Escócia.

United Grand Lodge of England: London, England. Grande Loja Unida da Inglaterra: Londres, Inglaterra. About 400 miles south of Edinburgh. Cerca de 400 quilômetros ao sul de Edimburgo.

Rosslyn Chapel: Rosslyn Chapel is in Midlothian, Scotland…about 12 miles south of Edinburgh. Rosslyn Chapel: A Capela Rosslyn é em Midlothian, Escócia a aproximadamente de 12 quilômetros ao sul de Edimburgo. Built in 1446 by William St. Clair, and made mega-popular by Dan Brown’s book and follow-up movie, “The DaVinci Code”; it is filled with the intricately carved stonework of operative stonemasons. Construída em 1446 por William St. Clair se fez megapopular pelo livro de Dan Brown e acompanhamento em filme, “O Código Da Vinci”, que é preenchido com a pedra esculpida de pedreiros operativos. Most interesting are the mason’s marks on the individual stones. O mais interessante são as marcas do pedreiro sobre as pedras individuais. E então mestres das marcas lembram de alguma coisa a respeito?

The Knight Templar tombstone, below, reads: “Knight Templar…13th Century”. Na lápide do cavaleiro templário, abaixo, lê-se: “Cavaleiro Templário… século 13”.

clip_image005

Knight Templar Tombstone in Rosslyn Chapel Cavaleiro Templário, Tombstone, na Rosslyn Chapel
Photo Courtesy Alex Young

Dunfermline Abbey: … about 18 miles north of Edinburgh. A Abadia de Dunfermline: … cerca de 18 quilômetros ao norte de Edimburgo. In 1329 Robert the Bruce died. Em 1329 Robert the Bruce morreu. His body is buried in Dunfermline Abbey. Seu corpo está enterrado na Abadia de Dunfermline.

clip_image006

Dunfermline Abbey Abadia de Dunfermline.

clip_image007

Dunfermline Abbey New Church Abadia de Dunfermline Igreja Nova
Photo Courtesy of Alex Young

In 1818, when the site of the old Abbey Church (circa 1070) was being prepared for the new Abbey Church, Robert the Bruce’s remains were discovered, wrapped in a cloth of gold and he was re-interred at Dunfermline Abbey in 1819. Em 1818, quando o local da antiga Igreja da Abadia (cerca de 1070) estava sendo preparado para a nova Igreja da Abadia, os restos de Robert the Bruce foram descobertos, envoltos em um pano de ouro e eles foram reenterrados na Abadia de Dunfermline, em 1819.

clip_image008

Robert The Bruce’s Final Resting Place O último lugar de Robert Bruce.

Lodge of Dunfermline No. 26 – The Lodge of Dunfermline, No. 26, is rich in history. Loja de Dunfermline No. 26 – A Loja de Dunfermline, n º 26 é rica em história. This history includes the numerous churches built by operative masons, royalty and many famous names. Esta história inclui as inúmeras igrejas construídas por pedreiros operativos, a realeza e muitos nomes famosos.

In addition, it must be noted that in 1598, Warden Thomas Robertson, of the Ludge of Dunfermling and St. Andros, was one of the commissioners who confirmed the Schaw Statutes. Além disso, deve-se notar que, em 1598, o diretor Thomas Robertson, da Loja de Dunfermling e da St. Andros foi um dos comissários que confirmaram os estatutos Schaw.

To read more about The Lodge of Dunfermline No. 26, visit The Lodge of Dunfermline, No. 26 page on The Grand Lodge of Scotland’s website. Robert the Bruce – Just before his death, Robert the Bruce asked that his heart be removed from his body and taken on a crusade by a worthy knight,… Robert the Bruce – Pouco antes de sua morte, Robert the Bruce pediu que seu coração fosse removido de seu corpo e levado em uma cruzada por um cavaleiro digno eventualmente, para ir para a Terra Santa. His close friend, James Douglas honored this last request. Seu amigo, James Douglas foi homenageado neste último pedido. Therefore, Bruce’s heart was removed, embalmed and placed in a container that hung from Douglas’s neck. Portanto, o coração de Bruce foi removido embalsamado e colocado em um recipiente que pendia do pescoço de Douglas.

In the early spring of 1330, Douglas was in Spain battling the Moors when he found himself in an ill-fated battle, surrounded by the enemy. No início da primavera de 1330, Douglas estava na Espanha lutando contra os mouros, quando se viu em uma malfadada batalha, cercado pelo inimigo. Once Douglas realized that his own death was imminent, he pulled the heart of his long dead king from his neck and threw it into the ranks of the enemy. Uma vez que Douglas percebeu que sua própria morte era iminente, ele puxou o coração de seu rei morto há muito tempo de seu pescoço e jogou-o para as fileiras do inimigo. Drawing his sword, he shouted Puxou a espada, e gritou “Onward braveheart, Douglas shall follow thee or die.” “Avante Braveheart, Douglas deve seguir-te ou morrer”.

A brave Scottish soldier fought his way through the lines and re-captured the small locked silver casket containing Robert the Bruce’s heart, and brought it back to Scotland. Um valente soldado escocês abriu caminho através das linhas e recapturou o pequeno caixão de prata bloqueado contendo o coração de Robert Bruce, e trouxe-o de volta para a Escócia. He was knighted Sir Simon Lockhart of the Lee for his actions. Ele foi nomeado cavaleiro (Sir) Simon Lockhart do Lee, por suas ações.

Melrose Abbey: Melrose, Scotland. Melrose Abbey: Melrose, Escócia. (about 40 miles south of Edinburgh) Robert the Bruce’s heart is buried at and memorialized at Melrose Abbey. (Cerca de 40 quilômetros ao sul de Edimburgo) O coração de Bruce é enterrado e imortalizado na Melrose Abbey.

Bannockburn: About 30 miles north of Edinburgh, in Bannockburn, you can walk the famous battlefield where in 1314 King Robert the Bruce and the brave men of Scotland fought the decisive and significant battle toward winning Scottish independence from England. Bannockburn: Cerca de 30 quilômetros ao norte de Edimburgo, em Bannockburn, você pode andar no campo de batalha famoso onde em 1314 o Rei Robert the Bruce e os bravos homens da Escócia travaram a batalha decisiva e significativa para a conquista da independência da Escócia, da Inglaterra.

Mother Lodge Kilwinning No. 0: (Possibly the oldest Masonic lodge in the world, but without the minutes to prove it) …About 85 miles west of Edinburgh in Ayrshire. Kilwinning a Lodge Mãe No. 0: (Possivelmente a mais antiga loja maçônica do mundo, mas sem os minutos para provar isso) … Aproximadamente a 85 km a oeste de Edimburgo, em Ayrshire. Mother Lodge Kilwinning has a wonderful Lodge Museum. Kilwinning a Loja mãe tem um Museu de Lodge maravilhoso.

Edinburgh Hotels: There are over 195 hotels in Edinburgh. Edimburgo Hotéis: Existem mais de 195 hotéis em Edimburgo You can also stay at one of the many Royal Mile Hotels, to be close to shopping and restauranestando perto de lojas e restaurantes.

Scotch Whiskey Heritage Center: Next to Edinburgh Castle. Scotch Whisky Heritage Center: Próximo ao Castelo de Edimburgo. Learn how Scotch whiskey is made. Saiba como o uísque escocês é feito. E é claro para os bons conhecedores…

Scottish Distilleries: Sample some of the greatest Scotch in the world. Destilarias escocesas: Amostra alguns dos maiores escoceses no mundo. AScotland has over 150 working distilleries and several whiskey producing regions. Escócia tem mais de 150 destilarias de uísque de trabalho e várias regiões produtoras. Most distilleries offer distillery tours that include a “wee dram”. A maioria das destilarias oferecem passeios na destilaria que incluem um “trago de uísque”. While there are many distilleries in Scotland, these 3 are among the closest to Edinburgh and the oldest Masonic lodge are: Embora existam muitas destilarias na Escócia, estas três que estão entre mais próximas de Edimburgo e da mais antiga loja maçônica são:

Glenkinchie Scotch Whiskey Distillery: 15 miles southeast of Edinburgh. Glenkinchie Destilaria de uísque escocês: A 15 km ao sudeste de Edimburgo.

Glenturret Distillery: Scotland’s oldest distillery. Glenturret Distillery: A mais antiga destilaria da Escócia. About 60 miles north of Edinburgh. Cerca de 60 quilômetros ao norte de Edimburgo.

Aberfeldy Distillery: Home of Dewar’s. Tour the Dewar’s Museum. Destilaria Aberfeldy: Ao início de Dewar do Tour do Museu Dewar.. About 75 miles north of Edinburgh Cerca de 75 quilômetros ao norte de Edimburgo


Take the family!

There is much to do and see. Há muito para ver e fazer. After visiting the oldest Masonic lodge, you can go hiking in the clear air of the Highland peaks, visit Loch Ness, (home of Nessie), take walking tours, bus tours, visit the William Wallace (Braveheart) Memorial, as well as Stirling Castle, the former home of Mary Queen of Scots. Depois de visitar a mais antiga loja maçônica, você pode fazer caminhadas ao ar claro dos picos das montanhas, visite o Loch Ness, (casa de Nessie), Loch é Lago evidentemente, vá fazer passeios a pé, passeios de ônibus, visite o William Wallace (Coração Valente) Memorial, bem como o Castelo de Stirling, a antiga casa de Maria, Rainha dos Escoceses.

Edinburgh Shopping: Shop the Royal Mile in Edinburgh. Edimburgo e Compras: Compre na Royal Mile dentre outras em Edimburgo.

Scottish Scotland is famous for its knitwear, Scottish cashmere sweaters, and the finest of Scottish lambs wool. A Escócia é famosa por sua malha, suéteres de cashmere escocês, e a melhor na produção de lã de carneiro evidentemente escocês. You can shop for Scottish bagpipes, Scottish kilts and Scottish tartan woolen products all made in Scotland. Você pode comprar gaitas escocesas, kilts escoceses e produtos de lã, um tartan escocês, todos feitos na Escócia.


So, don’t take a Masonic trip to Scotland just to visit the oldest Masonic lodge in the world. Então, não faça uma viagem para a Escócia maçônica apenas para visitar a mais antiga loja maçônica do mundo.

Make the trip to transport yourself back through history to where you will be able to experience Masonic education, first-hand. Faça a viagem para se transportar de volta através da história para onde você será capaz de experimentar a educação maçônica, em primeira mão.


The Origins of Freemasonry: Scotland’s Century – 1590 to 1710 As origens da maçonaria: Século da Escócia – 1590-1710

David Stevenson performs a scholarly and verifiable historical investigation of actual Scottish lodge records and old archives to create a plausible case for his supposition that much of early Freemasonry as we know it today developed in Scotland in the 1600s, long prior to the inception of the Grand Lodge of England in 1717. David Stevenson realiza uma investigação acadêmica e usa meios ​​históricos de conhecimentos dos reais registros nos alojamentos escoceses e arquivos antigos para criar um caso plausível para sua suposição de que grande parte da Maçonaria como a conhecemos hoje se desenvolvera na Escócia em 1600, muito antes do início do Grande Loja da Inglaterra, em 1717. Also of note is that the author is not a Mason and does not, therefore, bring any “preconceived meaning” to the topic. Stevenson leciona história na Universidade de St. Andrews.

The second half of the title is more representative of the book’s contents than the first. A segunda metade do título é mais representativa do conteúdo do livro que a primeira. Depois a veremos.

Who is it for? Masonic history buffs, Masonic scholarsAos fãs de história maçônica, estudiosos maçônicos. Linking In: If you would like to link to this website or this page to assist other brothers learn more about the oldest Masonic Lodge and improve their Masonic education, please feel free to do so.

O tradutor é diplomado em Letras Português Inglês e Literaturas e em Direito. Apenas menciona a respeito para que não seja interpretado como um franco atirador de tradução de textos maçônicos e colocando fidedigna compreensão no material apresentado.

 

 

 

Se năo visualizar corretamente o jornal, acesse: www.ogrupo.org.br/informativo/jornal.htm

>> Artigo do Ci?ia de Viver

>> Li? de Amor

>> Blog Espiritual

>> A Arte de Amar

>> Ci?ia de Viver

clip_image001>> Cart?Virtual

>> Papel de Parede

Para participar do nosso Clube Especial acesse o link: www.ogrupo.org.br/clube.asp………………… Twitter

 

N?responda esse email. Para falar conosco envie um email para: faleconosco@ogrupo.org.br

 

Pegada Ecológica

   

O mês de outubro foi intenso para o meio ambiente. Entre os dias 08 e 19/10 o WWF-Brasil participou da 11ª Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica das Nações Unidas, em Hyderabad (Índia). Com relação à biodiversidade no Brasil, uma espécie bastante rara de canídeo foi registrada oficialmente na natureza depois de anos, em Minas Gerais. E no dia 15 foi comemorado no país o Dia do Consumo Consciente, para estimular debates sobre os problemas socioambientais causados pelos padrões de produção e de consumo da sociedade.

Falando nisso, você pode ver em nosso site como seu consumo tem impacto direto sobre sua Pegada Ecológica e descobrir práticas sustentáveis para o dia-a-dia em nosso Pequeno Guia de Consumo em um Mundo Pequeno.

Ainda em outubro, você pode conferir na Internet a terceira edição da Revista Panda Brasil em novo formato, mais agradável para leitura, inclusive em tablets. Boa leitura!

Visite wwf.org.br/pegadaecologica/

   
 
 
       
   

Biodiversidade

 
       

Espécie rara registrada em Minas Gerais

   

Muito arredio e com hábitos praticamente desconhecidos pela Ciência, o cachorro-vinagre (Speothos venaticus) é apontado por pesquisadores como um “fantasma”. A espécie foi descrita em 1842 pelo dinamarquês Peter Lund, considerado o pai da paleontologia brasileira. Desde então, os últimos relatos oficiais em Minas Gerais foram rastros e dois animais mortos.

Na última semana, um exemplar vivo foi filmado no Parque Estadual Veredas do Peruaçu, no norte do estado. A façanha foi possível com “armadilhas fotográficas” instaladas por meio de uma parceria entre o WWF-Brasil e o Instituto Biotrópicos.

Leia mais

   
 
 
       
   

Código Florestal

 
       

Florestas seguem carentes de mais proteção

   

O WWF-Brasil acompanha há mais de três anos a reforma do Código Florestal no Congresso, dada a importância da lei para a conservação da biodiversidade, a economia e a qualidade de vida dos brasileiros. Durante esse período, parcela do agronegócio apoiada em parlamentares de várias siglas realizou trabalho para enfraquecer a proteção de ecossistemas.

A legislação resultante desse movimento, apesar dos vetos e decretos publicados na última semana (18/10), está longe do que a Ciência indica como necessário e do que a Constituição estabelece para a manutenção de um meio ambiente equilibrado. Mesmo que tais medidas tenham melhorado trechos do projeto aprovado no Congresso, os níveis de proteção de matas ciliares, reservas legais, topos de morro, encostas e mangues são inferiores aos da legislação anterior.

Leia mais

   
 
 
         
   

Conferência de Biodiversidade

   
         

Manejo do Pirarucu

   

Depois de duas semanas de intensas e exaustivas negociações, chegou ao fim apenas na madrugada de sábado (20/10) a 11ª edição da Conferência das Partes da Convenção de Diversidade Biológica (CDB), em Hyderabad (Índia). O texto final trouxe avanços em questões como proteção de oceanos, mas poucos em relação a recursos financeiros para o cumprimento das Metas de Aichi, acordadas há dois anos em Nagoia (Japão), durante a COP 10.

Desde o início, o principal debate na mesa de negociações era quanto ao financiamento para cumprir as 20 metas de Aichi até 2020. Entre elas, está a intenção de alcançar a proteção legal de 17% das áreas terrestres e de águas continentais e 10% das águas marinhas e costeiras. “O WWF veio para Hyderabad pedir aos governos que se comprometam com a interrupção das ameaças à biodiversidade, um dos recursos mais valiosos do mundo, o capital natural das nações”, disse Lasse Gustavsson, diretor executivo de Conservação do WWF Internacional. “Mas o acordo alcançado sobre financiamento nesta COP de Hyderabad é decepcionante, porque não garante recurso suficiente para alcançar as metas ambiciosas de proteção da biodiversidade no mundo”.

Veja a cobertura da COP 11

   
 
 
 
 

Leia a última edição da Revista Panda Brasil:

Revista Panda Brasil

 

Você quer ajudar a natureza? Junte-se a nós!

 

Baixe papéis de parede para seu computador:

 

Cerrado

 

Papéis de parede do Cerrado

 

Amazônia

 

Papéis de parede da Amazônia

 

Acesse o Pequeno Guia de Consumo em um Mundo Pequeno

Pequeno Guia

 

 

Acompanhe o
WWF-Brasil:

 

Twitter

Facebook

Youtube

Flickr

RSS

 

 
 
 
 

 

 
               
 

WWF-Brasil
SHIS EQ QL 6/8
Conjunto E
71620-430
Brasília, DF
Fotos © WWF ou utilizadas com permissão

 

Construindo um futuro em que as pessoas vivam em harmonia com a natureza.

       
               
     
 

Política de Privacidade

 
     
 
   

  Últimas notícias do Diário da Saúde – 02 de Novembro de 2012

Atividade física melhora funções cognitivas

Uma rotina regular de exercícios físicos pode deixar você mais em forma do que nunca – também mentalmente. Leia mais…

Genes masculinos alteram interpretação do exame de PSA

A análise do DNA pode reduzir o risco de falsos positivos, que leva a tratamentos desnecessários, com todos os seus efeitos colaterais. Leia mais…

Descoberta desafia principal teoria sobre Mal de Parkinson

O neurotransmissor dopamina pode ser apenas metade da história, o que explicaria porque o tratamento de Parkinson perde rapidamente a eficácia. Leia mais…

Mamografias poderão ser feitas com 25 vezes menos radiação

Os cientistas concordam com o elevado risco das mamografias, cuja radiação pode causar danos sérios a longo prazo. Leia mais…

Proteína extraída de planta nativa tem atividade antitumoral

A proteína é uma candidata ao desenvolvimento de fármacos dirigidos ao tratamento de tumores, principalmente os superficiais, como os de pele. Leia mais…

Estudo sugere cautela com medicamentos para degeneração macular

Milhões de pessoas com degeneração macular usam uma classe de medicamentos que pode produzir o efeito contrário ao esperado. Leia mais…

Bananas serão alimento essencial em mundo mais quente

As mudanças climáticas poderão fazer das bananas uma fonte alimentar crucial para milhões de pessoas. Leia mais…

Água do mar ativa e reforça sistema imunológico

A terapia com água do mar é uma técnica de nutrição celular sustentada por mais de 100 anos de uso clínico em hospitais. Leia mais…

Vacina contra gripe pode reduzir doenças do coração?

Apesar dos resultados entusiasmantes, serão necessários novos estudos para comprovar a associação entre a vacina e a melhor saúde cardíaca. Leia mais…

Psoríase não é contagiosa e já tem medicamentos pelo SUS

A psoríase não tem cura, mas seus sintomas podem ser controlados por meio de tratamentos disponíveis no Sistema Único de Saúde. Leia mais…

Descoberto mecanismo de defesa antioxidante de bactérias

Os resultados abrem caminho para a descoberta de moléculas capazes de inibir o sistema de defesa bacteriano e dificultar o avanço da infecção. Leia mais…

ONU alerta sobre doenças causadas pelas mudanças climáticas

SUS nacionalizará mais 19 medicamentos e 2 vacinas

SUS deverá iniciar tratamento de câncer 60 dias após diagnóstico

Acidente vascular cerebral é a doença que mais mata no Brasil

Copyright 2006-2012 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados.

E-zine
VendaMais
Raúl Candeloro

Ano 14

nº 44

30 de outubro de 2012

Nesta edição

Editorial – Saia do mata-burro
Por Raúl Candeloro

Opinião do leitor

Artigo da semana – Síndrome do Peter Pan
Por Professor Paulo Sérgio Buhrer

Entrevista exclusiva com Fabiano Brum

Compartilhe:

FBTwttermail

Editorial

Saia do mata-burro

Por Raúl Candeloro

Olá, Osmar.
Depois de ter recebido dezenas de mensagens por causa do editorial da semana passada ( você pode lê-lo aqui), esta semana quero aproveitar para falar sobre algo mais técnico. É um assunto fundamental em Vendas, mas raramente comentado e que será assunto do meu módulo de Criatividade em Vendas no GEC, o curso de Gestão de Equipes Comerciais do www.institutovendamais.com.br.
De acordo com Michael Porter, que pessoalmente considero um dos dois maiores especialistas em estratégia empresarial da atualidade (o Collins é o outro), uma empresa tem basicamente duas opções de posicionamento.
– Preço baixo, onde ela vai ter uma margem de lucro baixa, mas ganhará dinheiro com volume alto.
– Diferenciação, onde ela tem uma série de valores agregados que são oferecidos como benefícios aos clientes. Estes, em troca, pagam um preço mais alto (premium) para ter acesso a esses produtos ou serviços diferenciados.
Qual a forma mais fácil de atacar uma empresa com proposta diferenciada e preços mais altos? Fácil: cobrando menos.
A reação natural e inteligente de uma empresa diferenciada seria manter a disputa no campo do valor, das vantagens, dos benefícios. Mas não é isso o que vemos. A maior parte das equipes comerciais de empresas diferenciadas sofre imensamente com a pressão incessante dos clientes que pedem desconto.
Interessante notar que os vendedores acabam invertendo seus papéis: tornam-se representantes do cliente e vem negociar dentro da empresa para a qual trabalham descontos cada vez maiores, ao invés de defenderem na frente do cliente todos os diferenciais da empresa e do produto/serviço que representam.
Por causa disso, muitas empresas caem no que eu chamo de “mata-burro”: uma empresa que tem posicionamento de diferenciação (e os custos mais altos que isto invariavelmente representa), com uma equipe comercial que vende e defende preços baixos para o cliente. Resultado: margens de lucro cada vez menores, até que quebra.
Uma das melhores formas de romper esse círculo negativo é trabalhando com a equipe comercial um projeto sério de diferenciação, envolvendo-os para que entendam todos os diferenciais da empresa, seus produtos e/ou serviços e o valor que isso realmente traz para o cliente.
Fiz uma pesquisa e constatei que são 10 coisas que os clientes exigem de diferencial de seus clientes. Como já falei anteriormente, as empresas hoje fazem entre 50 e 60% do que poderiam fazer para se diferenciar. Não é à toa que clientes acham que todos os fornecedores são iguais (e por isso acham que preço é o verdadeiro diferencial) e por que tantos vendedores acabam acreditando nisso, caindo no mata-burro?
Na semana que vem começaremos um módulo do GEC, meu curso on-line de Gestão de Equipes Comerciais que fala justamente sobre isso e quais exercícios você pode fazer para diferenciar-se da concorrência. Se tiver mais interesse: www.institutovendamais.com.br
Abraço e boas vendas,
Raúl Candeloro

Revista VendaMais Assine já

Opinião do leitor

Parabéns amigos, vocês são os melhores em tudo, inclusive em motivar e entusiasmar ao máximo. Leio a revista sempre e sempre me ajuda muito. Parabéns.
Edu Mello
Via Facebook

Entrevista

Imagem do livro

“Quando você fala sobre aquilo que viveu a sua base é muito mais sólida. Então diria que o principal diferencial é utilizar a arte para trazer informações e respostas para “afinar” as pessoas para um melhor desempenho. A poesia Metade, de autoria de Oswaldo Montenegro diz: “Que a arte nos ensine uma resposta mesmo que ela mesma não saiba, e que ninguém a tente complicar, pois é preciso simplicidade para fazê-la florescer…”
Confira a entrevista com Fabiano Brum.
Continuar a leitura >>

Para pensar

O esforço contínuo – não a força ou a inteligência – é a chave para desvendar o nosso potencial.” Winston Churchill 

Instituto VendaMais

Dica da semana

Síndrome do Peter Pan

Por Professor Paulo Sérgio Buhrer

Tomando emprestado do meu amigo (e um dos maiores escritores e palestrantes do mundo) Roberto Shinyashiki, o capítulo do seu livro Sempre em Frente, no qual ele comenta sobre os Peter Pan do mundo moderno, faço também minhas contribuições.
O Peter Pan não queria crescer e você já conhece essa história. Por quê? Provavelmente por medo de assumir as responsabilidades da vida adulta. É uma delícia ser criança e sabemos disso, mas não dá para ser infantil pelo resto da vida. Há muita coisa boa, maravilhas para se viver em todas as fases da nossa existência. Quando estacionamos numa das fases, ficamos iguais aos carros apreendidos no pátio da polícia rodoviária: mofando!

Continuar a leitura >>

Publicidade

Treinamentos VendaMais
Desenvolver uma equipe vencedora nunca foi tão fácil e barato
Acesse aqui e confira.

Osmar, mande suas ideias ou contribua com sugestões, enviando sua mensagem para: raul@vendamais.com.br

Telefone: 4004-0174 ou 0300 789-2010 (de 2ª a 6ª, das 8h às 18h)
Para mais informações, envie um e-mail para atendimento@vendamais.com.br

Editora Quantum

Para garantir que nossos comunicados cheguem em sua caixa de entrada, adicione os e-mails da Editora Quantum ao seu catálogo de endereços.

A Editora Quantum respeita a sua privacidade e é contra o spam na rede.
Se você não deseja mais receber nossos e-mails cancele sua inscrição.

© Editora Quantum

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s