Exército Brasileiro

Reenvie imediatamente esta mensagem para toda a sua lista, o Brasil agradece.
Hoje somos apenas 3.146, poderemos ser milhões, colabore!…

A preocupação do Cel Marcelo (que foi Comandante do CPOR/SP) tem fundamento.

Intencionalmente ou não, a TV Globo está tentando denegrir a imagem do nosso glorioso Exército com essa novela, que não retrata a realidade existente dentro da Força Terrestre.

Poderão dizer que se trata apenas de uma ficção, mas todos nós sabemos os efeitos que isso poderá causar junto aos telespectadores.

Parece que a semana que os atores passaram dentro da AMAN não foi suficiente para captarem o espírito de corpo e de respeito reinante no meio militar.

Lamentável.

Enviada em: quarta-feira, 7 de novembro de 2012 10:24
Assunto: Msg 0260 – Objetivo da novela Salve Jorge

Prezados senhores
Sou Coronel de Artilharia da turma de 1978 e estou na reserva desde 31 Dez 2009, desde então trabalhando no mundo corporativo.
Estou longe de ser mais um membro da reserva enfurecida, que vê sombras onde não existem, mas não poderia deixar de expressar minha indignação com a imagem que estão delineando da nossa Força, com episódios cada vez mais estarrecedores envolvendo personagens que representam a oficialidade do Exército Brasileiro, num posto que se pressupõe maturidade, equilíbrio e comprometimento com nossos valores mais caros, cultuados desde os bancos acadêmicos (capitães de cavalaria, no nosso exército, só saem da AMAN).

As demonstrações de deslealdade, desequilíbrio, petulância e falta de ação de comando, dão aos expectadores a ideia que o nosso Exército é aquele saco de gatos, a que ficou reduzido o brioso e tradicional Regimento Andrade Neves.
Vivo sendo questionado por civis de minhas relações, a perguntar se isso acontece dentro dos quarteis e sistematicamente tenho que explicar que essa não é a expressão da verdade (penso que esse passivo deva cair no colo de inúmeros militares da reserva e da ativa).

De qualquer maneira, nem sempre teremos um Coronel R1 disponível para explicar ao público externo que aqueles capitães e aquele Coronel Comandante, que não conhece sua oficialidade, são obra de uma orquestração muito sutil para reduzir o EB a expressão mais simples e nos nivelar por baixo, como se os valores que cultuamos e fazemos questão de apregoar fossem mero embuste.
Francamente… a ideia de fazer propaganda da Força Terrestre na novela das 21:00 Hs, da Rede Globo, foi no mínimo ingênua e a concordância em utilização de instalações de uma unidade tradicional de Cavalaria para aquela patifaria, beira a irresponsabilidade. Um exército que se preza (e é o nosso caso), não necessita andar na mídia fazendo parte de historietas, a troco de migalhas, de luzes ou da simpatia da mídia.

Decisões como esta atingem a todos nós, da ativa e da reserva e põe em dúvida a credibilidade de uma instituição secular, que desde o nascimento da nacionalidade está presente nos momentos mais críticos da história do Brasil, preservando, defendendo e cultuando valores que nem de longe são mostrados naquela novelinha de quinta categoria.
Marcelo Antonio Neves – Cel Art R1
Idt 026074881-9

Lembre-se sempre:
“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim”.
Se você deseja enviar uma mensagem para o Instituto Endireita Brasil clique no e-mail:
contato@emdireitabrasil.com.br
Visite o nosso site: www.emdireitabrasil.com.br e faça o seu cadastro.
Receba nossas mensagens enviando um email para:
emdireitabrasil-subscribe@yahoogrupos.com.br

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s