multas de trânsito


Novas leis de trânsito em 2013

Mudaram os Pontos e os tipos de Multa…

Fique de olho

SIGLAS DAS PENALIDADES

AV = Apreensão de veículo

CNH = Carteira Nac. de Habilitação

CCNH = Cassação da CNH

DET = Detenção de 6 meses a 3 anos

RC = Retenção da CNH

RDH = Recolhim. do docto. de habilitação

RT = Retenção do veículo

RV = Remoção do veículo

SDD = Suspensão do direito de dirigir

Infrações Leves

PONTOS

MULTA

PENALIDADES

INFRAÇÕES

3

R$ 53,20

 

Usar luz alta em via iluminada

3

R$ 53,20

 

Buzinar Prolongadamente entre 22 e 6 horas

3

R$ 53,20

 

Ultrapassar veículos em cortejo

3

R$ 53,20

RT

conduzir sem portar documentos obrigatórios

3

R$ 53,20

 

Estacionar afastado mais de 50 cm da calçada

Infrações Médias

PONTOS

MULTA

PENALIDADES

INFRAÇÕES

4

R$ 86,13

 

Atirar lixo na via Pública

4

R$ 86,13

 

Dirigir com fone de ouvido ou celular

4

R$ 86,13

RV

Parar por falta de combustível

4

R$ 86,13

RV

Estacionar a menos de 5 metros da esquina

4

R$ 86,13

 

Dirigir com uma só mão

4

R$ 86,13

 

Dirigir com o braço do lado de fora

4

R$ 86,13

 

Estacionar na contra mão

4

R$ 86,13

 

Excesso de Velocidade até 20% acima da rodovia / trânsito rápido ou 50% acima da via de trânsito local

Infrações Graves

PONTOS

MULTA

PENALIDADES

INFRAÇÕES

5

R$ 127,69

 

Conversão a direita ou esquerda proibida

5

R$ 127,69

RT

Veiculo sem acionar limpador de para brisa na chuva

5

R$ 127,69

RT

Motorista ou Passageiro sem cinto de segurança

5

R$ 127,69

RV

Estacionar na calçada

5

R$ 127,69

RV

Estacionar em fila dupla

5

R$ 127,69

 

Não transferir o veículo em 30 dias

5

R$ 127,69

 

Não manter distância lateral ou frontal

5

R$ 127,69

 

Seguir veiculo urgência (Bombeiro, Ambulância, Polícia)

5

R$ 127,69

RT

Conduz. veiculo em mau estado de conservação

5

R$ 127,69

RT

Veiculo expelindo fumaça ou gás nível superior ao permitido

5

R$ 127,69

 

Conversão em locais proibidos

5

R$ 127,69

 

Não dar seta para conversão

5

R$ 127,69

 

Ultrapassar pelo acostamento

5

R$ 127,69

 

Transitar em marcha a ré em trechos longos ou com perigo

5

R$ 127,69

RV

Estacionar viadutos / túneis / pontes

5

R$ 127,69

 

Ultrapassar veiculo em fila ou sinal

5

R$ 127,69

RT

Não usar cinto de segurança

5

R$ 127,69

RT

Farol desregulado ou luz alta

Infrações Gravíssimas

PONTOS

MULTA

PENALIDADES

INFRAÇÕES

7

R$ 574,00

AV

Dirigir sem ser habilitado

7

R$ 957,70

AV

Dirigir com CNH Cassada ou suspensa

7

R$ 191,54

AV

Dirigir com CNH vencida a mais de 30 dias

7

R$ 191,54

RC+RT

Dirigir sem óculos obrigatório

7

R$ 957,70

CCNH+RT+RV+SDD+DET

Dirigir sob efeito de álcool ou outro entorpecente

7

R$ 191,54

RT

Entregar veículo a pessoa sem condições

7

R$ 191,54

RT

Transportar criança sem proteção

7

R$ 191,54

RC+RT+SDD+RDH

Dirigir ameaçando pedestres

7

R$ 957,70

SDD+AV+RV+CCNH+DET

Promover ou participar de competição, exibição, rachas e demonstração de perícia

7

R$ 574,52

AV+RV+SDD+RC

Velocidade acima de 50% da máxima permitida

7

R$ 957,70

DD+RV+RC+DET

Não prestar socorro à vítima

7

R$ 191,54

RV

Estacionar na pista das estradas

7

R$ 191,54

 

Transitar pela contra mão em vias de sentido único

7

R$ 492,00

 

Transitar pela calçada, ciclovia, etc

7

R$ 191,54

 

Retorno

 

DEZ CONDUTAS MAÇÔNICAS

Dez condutas maçônicas que, certamente, contribuem positivamente e protegem a nossa ordem:

1) Sirva à instituição e não à pessoas;

2) Quando for divergir, seja de idéias, propostas e condutas, mantenha-se imparcial e com honestidade, deixando de lado simpatias ou antipatias pessoais;

3) Chame sempre para você a responsabilidade de proteger e defender a instituição;

4) Não se venda por medalhas, títulos, cargos, alfaias e elogios;

5) Quando for indicar um candidato, não seja um corretor de avental, porque se essa pessoa vier passar dificuldades e você tiver que levá-la para dentro de sua casa, ela não ocasione problemas à sua família;

6) Seja parceiro fiel e leal da verdade e da justiça, assumindo a inteira responsabilidade do que falar, escrever ou fazer;

7) Nunca se esqueça que os exemplos falam mais do que palavras e que os Aprendizes, Companheiros e Mestres mais novos precisam de referências;

8) Não seja Maçom oportunista ou inconseqüente, pois baixaria, truculência e contestação infundada e mentirosa não são compatíveis com as nossas virtudes e princípios;

9) Não olhe para um Irmão como se fosse seu superior hierárquico, porém respeite as autoridades maçônicas legalmente constituídas, bem como, se for necessário, exija delas, usando os caminhos e meios legais maçônicos, que desempenhem os seus cargos com dignidade, probidade, humildade
e competência, pois não estarão fazendo mais do que sua obrigação;

10) Seja um obreiro útil, humilde, dedicado, competente, de atitude e instruído nos augustos mistérios da Arte Real, pois, caso contrário, poderá ser manipulado e, inconscientemente, servir de massa de manobra.

Ir. Otacilio B. de Almeida Filho – MI, (33)

Deputado / PAEL-PB

 

 

Meus Irmãos:

Tenho em mente que a o abismo não está ligado à perversidade política do mundo profano.

Como tenho dito em outros momentos, esse abismo (a deterioração da instituição), que já nos espreita, está na escassez de moralidade, na mediocridade, na pusilanimidade…

Isso, não tenho dúvidas, é o que está empurrando, a passos largos, a Ordem para o abismo.

É oportuno lembrar a famosa frase de Edmund Burke:

“Tudo o que o mal precisa para triunfar, é que os homens de bem não façam nada”

Um grande abraço a todos.

mano Lima


Artigo no Alerta Total –

www.alertatotal.net
Por Milton Simon Pires
Perdoem-me, meus irmãos, pelo titulo assustador do artigo. É que escrevo com sede de lucidez e afogado em desespero. Não tenham a meu respeito aquela opinião do aprendiz que desbasta a pedra bruta com maço e cinzel recicláveis, daquele companheiro com estrela no peito e daquele mestre que “não tem medo de ser feliz” .

Peço a vocês alguns instantes de paciência e atenção. Lembrem-se por favor daquele pobre carpinteiro judeu, ele mesmo ao meu ver um grande maçom, que viveu e morreu na pobreza mas a quem Roma nunca concedeu bolsa família. Recordem-se de que ele não precisou fraudar concurso para entrar no Reino de seu Pai e que, ao ser crucificado ao lado de ladrões, não tinha a seu favor nenhum juiz do Supremo Tribunal.
Meus irmãos, desculpem o jogo de palavras, mas me parece que nada pode ser mais politicamente incorreto do que se discutir política na sociedade de hoje. Nem precisamos nos preocupar com nossos landmarks que nos proíbem de fazê-lo em loja porque vivemos numa espécie de grande Facebook em que suscitar polêmicas é de mau gosto. Ironicamente a democracia, levada ao seu grau mais extremo de corrupção, fez com que todos nos calássemos sem necessidade de ameças ou golpes militares.

De pé e à ordem pois, para ouvirem aqui as razões de tal situação. Não vou usar de meias palavras para dizer a vocês que homens e mulheres, verdadeiros marginais do poder como disse o ministro Celso de Melo, tomaram o Estado brasileiro. Assediaram a República, prostituíram-na, mancharam-lhe a honra e a dignidade de uma maneira que não encontra precedente em nossa história. É aterrador o efeito causado pela revelação daquilo que fizeram com o dinheiro público e com a boa fé do nosso povo, mas permitam-me alertá-los que mais grave é aquilo que não se enxerga.

Usemos um computador como comparação: nos encantamos ou decepcionamos com o aspecto externo de uma máquina mas não nos lembramos de perguntar que programa ela roda. É assim, meus irmãos, que devemos abordar aquilo que está acontecendo hoje . É necessário um exercício de abstração para esquecer da compra de deputados, das licitações fraudadas e dos dólares remetidos para o exterior. Não…não é esse o tema aqui.

Aqui quero lembrar da nossa Universidade Publica a serviço de um partido que quer nos transformar em uma pequena China ou numa grande Cuba, das nossas Forças Armadas com “dobradiça na espinha” e de uma Igreja que descobriu que “Templo é Dinheiro”. Este verdadeiro “software do mal” é capaz de convencer pessoas com terceiro grau completo de que Ivete Sangalo tem o mesmo valor que Mozart, de que Paulo Coelho é igual a James Joyce, e de que Lula é o novo Getúlio Vargas. São desses conceitos que devemos nos livrar pois o futuro da nossa ordem há de trilhar o caminho do ridículo se aceitarmos na Maçonaria a ordem democrática que se instituiu no país.

Meus irmãos, já basta de tanta ironia e meias palavras! Imperam no Brasil um relativismo de valores e uma desordem institucional tais que, não há mais religião, crença ou força armada capaz de fazer frente a Revolução Cultural que se estabeleceu. Vivemos na Maçonaria um momento crucial em que o que está em jogo é a sua própria sobrevivência. Desapareceu, em toda sociedade brasileira, espaço para os conceitos de mérito, hierarquia e disciplina em que, sem dúvida alguma, se fundamentam vários dos nossos princípios.

Não devemos ter constrangimento algum de dizer que a Maçonaria não nasceu como instituição democrática, que a entrada e progressão nas nossas fileiras se faz em primeiro lugar por mérito e só depois por votação entre iguais, e que não estamos a serviço de partido algum! Não me acusem, irmãos, de golpismo, de atentar contra o Estado de Direito ou de querer derrubar a República. Meu interesse aqui não é mudar o Brasil, mas impedir que o Brasil do PT mude a Maçonaria. Não me tomem por um paranóico que acredita que seremos perseguidos por tiranos como fizeram Francisco Franco ou Adolf Hitler.

Não, meus irmãos, ninguém vai fechar nossas lojas, proibir nossos ágapes ou mesmo criticar abertamente. Seremos destruídos de dentro para fora e não de fora para dentro. Está próximo o dia em que algum irmão vai proclamar o nascimento de uma “Maçonaria sem Preconceitos”, de cotas raciais para entrada na Ordem, de sessões transmitidas ao vivo pela TV ou pela Internet (para que o “povo” possa saber o que fazemos) ou até de concurso publico para ser maçom. Também não está longe o tempo em que teremos que aceitar irmãos abertamente ateus ou ativistas de Organizações não Governamentais para quem nós, maçons, não passamos de “dinossauros”. A serviço do seu partido esse tipo de gente vai sustentar que é uma sociedade democrática que faz as instituições fortes quando na verdade são as instituições fortes que garantem a democracia de uma sociedade.
Quero terminar com um apelo e um alerta a todos os maçons brasileiros esperando sinceramente estar errado em minhas conclusões: a Ordem Maçônica nasceu, antes de tudo, para ser uma escola de livre pensamento. É essa a nossa contribuição para história e o legado deixado pelos nossos antepassados. Não há relato prévio de nenhum estado totalitário capaz de conviver com esse tipo de princípio. Sejamos rigorosos em nossas sindicâncias com relação a filiação política de certos candidatos. Não tenhamos constrangimento em dizer-lhes que não são bem vindos porque seu partido entregou o país ao narcotráfico, ao ateísmo e à apologia do casamento gay.
Rogo à todas as potências que manifestem-se, em seu grau supremo e abertamente, através das publicações de grande circulação a respeito do resultado da Ação Penal 470 que tramita atualmente no Supremo Tribunal Federal. Proponho ainda que todo irmão filiado à organização criminosa que atende pelo nome de Partido dos Trabalhadores seja submetido a processo disciplinar e afastado de nossas lojas.

Lembrem-se sempre que seja em nome do aquecimento global, dos direitos dos homossexuais ou até mesmo das focas do Alasca (já que o motivo não tem a menor importância) aproxima-se o momento em que a Maçonaria vai ser levada a público através de uma imprensa corrupta e com ajuda de maçons-petistas com o objetivo de ser exposta a todo tipo de acusação absurda.
Que Deus nos ajude, meus irmãos, na batalha que se aproxima.

Milton Simon Pires, Mestre Maçom, é Médico Cardiologista –cardiopires@gmail.com

 

 

José de Paulo Viana nos manda mais uma.

O povo da Suécia é esquisito, não?

DEVANIR

Para: Antonio Devanir Leite

Assunto: FW: Pare de correr porque o fim chega mais depressa…….

Queridos Amigos, Bom dia!
O texto é longo, mas vale a pena ler e refletir!

“Pare de correr porque o fim chega mais  depressa.”
Texto escrito por um brasileiro que vive na Europa e trabalha na Volvo.
Já vai para 18 anos que estou aqui na Volvo, uma empresa sueca.
Trabalhar com eles é uma convivência, no mínimo, interessante.
Qualquer projeto aqui demora 2 anos para se concretizar, mesmo que a idéia  seja brilhante e simples. É regra. Então, nos processos globais, nós
(brasileiros, americanos, australianos, asiáticos) ficamos aflitos por  resultados imediatos, uma ansiedade generalizada.
Porém, nosso senso de urgência não surte qualquer efeito neste prazo.
Os suecos discutem, discutem, fazem “n” reuniões, ponderações. E trabalham  num esquema bem mais “slow down”. O pior é constatar que, no final, acaba sempre dando certo no tempo deles com a maturidade da tecnologia e da  necessidade: bem pouco se perde aqui.
E vejo assim:
1. O país é do tamanho de São Paulo;
2. O país tem 2 milhões de habitantes;
3. Sua maior cidade, Estocolmo, tem 500.000 habitantes (compare com  Curitiba, que tem 2 milhões);
4. Empresas de capital sueco: Volvo, Scania, Ericsson, Electrolux, ABB,  Nokia, Nobel Biocare… Nada mal, não?
5. Para ter uma idéia, a Volvo fabrica os motores propulsores para os  foguetes da NASA.
Digo para os demais nestes nossos grupos globais: os suecos podem estar  errados, mas são eles que pagam nossos salários.
Entretanto, vale salientar que não conheço um povo, como povo mesmo, que  tenha mais cultura coletiva do que eles.
Vou contar para vocês uma breve só para dar noção.
A primeira vez que fui para lá, em 90, um dos colegas suecos me pegava no  hotel toda manhã. Era setembro, frio, nevasca. Chegávamos cedo na Volvo e ele estacionava o carro bem longe da porta de entrada (são 2.000  funcionários de carro). No primeiro dia não disse nada, no segundo, no
terceiro… Depois, com um pouco mais de intimidade, numa manhã,  perguntei: “Você tem lugar demarcado para estacionar aqui? Notei que
chegamos cedo, o estacionamento vazio e você deixa o carro lá no final.”
Ele me respondeu simples assim: “É que chegamos cedo, então temos tempo de  caminhar – quem chegar mais tarde já vai estar atrasado, melhor que fique mais perto da porta. Você não acha?”. 
Olha a minha cara! Ainda bem que tive esta na primeira. Deu para rever bastante os meus conceitos.
Há um grande movimento na Europa hoje, chamado Slow Food. A Slow Food  International Association – cujo símbolo é um caracol, tem sua base na
Itália (o site, é muito interessante. Veja-o!).
O que o movimento Slow Food prega é que as pessoas devem comer e beber  devagar,saboreando os alimentos, “curtindo” seu preparo, no convívio com a família, com amigos, sem pressa e com qualidade.
A idéia é a de se contrapor ao espírito do Fast Food e o que ele Representa como estilo de vida em que o americano endeusificou.
A surpresa, porém, é que esse movimento do Slow Food está servindo de base  para um movimento mais amplo chamado Slow Europe como salientou a revista Business Week numa edição européia.
A base de tudo está no questionamento da “pressa” e da “loucura” gerada pela globalização, pelo apelo à “quantidade do ter” em contraposição à  qualidade de vida ou à “qualidade do ser”.
Segundo a Business Week, os trabalhadores franceses, embora trabalhem menos horas( 35 horas por semana ) são mais produtivos que seus colegas  Americanos ou ingleses.
E os alemães, que em muitas empresas instituíram uma semana de 28,8 horas de trabalho, viram sua produtividade crescer nada menos que 20%.
Essa chamada “slow atitude” está chamando a atenção até dos americanos,  apologistas do “Fast” (rápido) e do “Do it now” (faça já).
Portanto, essa “atitude sem-pressa” não significa fazer menos, nem ter menor produtividade. Significa, sim, fazer as coisas e trabalhar com mais “qualidade” e “produtividade” com maior perfeição, atenção aos detalhes e com menos “stress”.
Significa retomar os valores da família, dos amigos, do tempo livre, do lazer, das pequenas comunidades, do “local”, presente e concreto em contraposição ao “global” – indefinido e anônimo. Significa a retomada dos  valores essenciais do ser humano, dos pequenos prazeres do cotidiano, da simplicidade de viver e conviver e até da religião e da fé.
Significa um ambiente de trabalho menos coercitivo, mais alegre, mais  “leve” e, portanto, mais produtivo onde seres humanos, felizes, fazem com prazer, o que sabem fazer de melhor.
Gostaria que você pensasse um pouco sobre isso… Será que os velhos ditados “Devagar se vai ao longe” ou ainda “A pressa é inimiga da perfeição” não merecem novamente nossa atenção nestes tempos de desenfreada loucura?
Será que nossas empresas não deveriam também pensar em programas sérios de “qualidade sem-pressa” até para aumentar a produtividade e qualidade de nossos produtos e serviços sem a necessária perda da “qualidade do ser”?
No filme “Perfume de Mulher”, há uma cena inesquecível, em que um personagem cego, vivido por Al Pacino, tira uma moça para dançar e ela responde: – “Não posso, porque meu noivo vai chegar em poucos minutos.”
– “Mas em um momento se vive uma vida” – responde ele, conduzindo-a num passo de tango.
E esta pequena cena é o momento mais bonito do filme.
Algumas pessoas vivem correndo atrás do tempo, mas parece que só alcançam  quando morrem enfartados, ou algo assim.
Para outros, o tempo demora a passar; ficam ansiosos com o futuro e se  esquecem de viver o presente, que é o único tempo que existe.
Tempo todo mundo tem, por igual!
Ninguém tem mais nem menos que 24 horas por dia. A diferença é o que cada um faz do seu tempo. Precisamos saber aproveitar cada momento, porque, como disse John Lennon: – “A vida é aquilo que acontece enquanto fazemos  planos para o futuro”…

Parabéns, por ter lido até o final!
Muitos não lerão esta mensagem até o final, porque não podem “perder” o seu tempo neste mundo globalizado.
Pense e reflita, até que ponto vale a pena deixar de curtir sua família.
De ficar com a pessoa amada, ir pescar no fim de semana ou outras coisas…
Poderá ser tarde demais!
Saber aprender para sobreviver…
DIVULGUEM AOS AMIGOS !!!

Vou acrescentar mais um adágio de meu pai, Luiz Madeira:- “Quem faz com pressa, fará duas vezes.”

Lourival Moraes

Buscando A Excelência Do Trabalho Com Amigos

 

 

image

image

 

Vale pela aula de História…

1/5 ou 2/5 dos infernos???!!!…

Um pouco de história para relembrar.

O “QUINTO DOS INFERNOS”:


Durante o Século 18, o Brasil – Colônia pagava um alto tributo para seu colonizador, Portugal.
Esse tributo incidia sobre tudo o que fosse produzido em nosso País e correspondia a 20% (ou seja, 1/5) da produção. Essa taxação altíssima e absurda era chamada de “O Quinto”.
Esse imposto recaía principalmente sobre a nossa produção de ouro.
O “Quinto” era tão odiado pelos brasileiros, que, quando se referiam a ele, diziam
“O Quinto dos Infernos”.

E isso virou sinônimo de tudo que é ruim.
A Coroa Portuguesa quis, em determinado momento, cobrar os “quintos atrasados” de uma única vez, no episódio conhecido como “Derrama”.
Isso revoltou a população, gerando o incidente chamado de “Inconfidência Mineira”, que teve seu ponto culminante na prisão e julgamento de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes
De acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário IBPT, a carga tributária brasileira chegou ao final do ano de 2011 a 38% ou praticamente 2/5 (dois quintos) de nossa produção.
Ou seja, a carga tributária que nos aflige é praticamente o dobro daquela exigida por Portugal à época da Inconfidência Mineira, o que significa que pagamos hoje literalmente “dois quintos dos infernos” de impostos…
Para quê?
Para sustentar a corrupção? Os mensaleiros? O Senado com sua legião de “Diretores”? A festa das passagens, o bacanal (literalmente) com o dinheiro público, as comissões e jetons, a farra familiar nos 3 Poderes (Executivo/Legislativo e Judiciário)?!?
Nosso dinheiro é confiscado no dobro do valor do “quinto dos infernos” para sustentar essa corja, que nos custa (já feitas as atualizações) o dobro do que custava toda a Corte Portuguesa!
E pensar que Tiradentes foi enforcado porque se insurgiu contra a metade dos impostos que pagamos atualmente…!
Não deixem de repassar…  estaremos,  pelo menos, contribuindo para  relembrar parte da História do Brasil…

 

 

Se você não conseguir visualizar esta mensagem, acesse este link

Cérebro Melhor | Seu corpo precisa de exercícios. Seu cérebro também.

Newsletter

Cérebro Melhor

Nº 04 | 2013

Assine já! | Conheça nossos pacotes de assinatura e assine já o programa

Novidade

O chocolate pode ser bom para o cérebro

Novidade | O chocolate pode ser bom para o cérebro

Foto: Reprodução internet

Na Páscoa, não há como fugir da tentação do chocolate. Tudo gira em torno dessa iguaria feita de cacau, seja na forma de ovos, de barras, de coelhos e todas as suas variações. Porém, não precisamos nos sentir tão culpados assim se cairmos na tentação, pois o chocolate também pode trazer benefícios para o cérebro.
A melhoria do humor, redução da dor e da depressão são alguns desses benefícios. Outro é o aumento do colesterol bom e redução do colesterol ruim, o que é bom para o sistema circulatório e, consequentemente, para o cérebro. Mas, o curioso é que o chocolate parece fazer bem não só a nós humanos. Uma pesquisa recente descobriu que até lesmas podem se tornar mais inteligentes consumindo chocolate.

Leia o artigo completo no site do Cérebro Melhor

Desafio

Costurando

Desafio

Você deve encontrar a palavra que está oculta nesta confusão de letras. A única regra é que as letras da palavra precisam estar em casas contíguas na horizontal, vertical ou diagonal. Além disso, você não poderá usar a mesma casa duas vezes.
Dicas:
– tem 8 letras
– pertence ao tópico “Casa”
– letras na diagonal não são permitidas
Confira a resposta na newsletter da próxima semana.

Resposta

Resposta da semana anterior:
SAUDÁVEL

Jogo em Destaque

Um passeio pela cidade

Saiba mais

Categoria

Memória

Jogo em Destaque | Um passeio pela cidade

 

Pegue seus guias de viagem porque este jogo oferece um maravilhoso passeio por oito das mais belas cidades do mundo, incluindo Paris, Roma, Veneza e Londres. Escolha uma delas e prepare-se para um passeio pela cidade. Você deverá memorizar os nomes de monumentos famosos, juntamente com a sua localização em um mapa e a ordem em que deve visitá-los. A tarefa seguinte, claro, é lembrar disso tudo: quais monumentos você visitará em que partes da cidade, e em qual ordem.

Este jogo trabalha sua visão espacial e sua memória visual. É essa representação que lhe permite identificar visualmente objetos e as relações espaciais entre eles, e com o seu corpo. Usando a memória dessa representação, conseguimos criar um mapa cognitivo, ou mental, que serve como base para podermos adquirir, codificar, armazenar, evocar e decodificar informações sobre a identidade dos objetos e suas posições relativas no espaço que nos cerca.

A visão espacial e a memória visual são habilidades que nos permitem manipular e girar mentalmente informações no espaço, a partir de perspectivas diferentes. Boas habilidades visuo-espaciais são necessárias para se orientar nas ruas de uma cidade, para retraçar seus passos em meio a uma multidão, para lembrar-se de marcos e até para reconhecer que você está em um ambiente desconhecido.

_______________________________________________________________________

| ASSINE JÁ |

Conheça nossos pacotes de assinatura e escolha o mais adequado para você.

| SIGA-NOS |

TwitterOrkutFacebookRSS

| ENTRE EM CONTATO |

Se você tem dúvidas, sugestões ou recebeu esta mensagem com erro, por favor envie um email para contato@cerebromelhor.com.br ou responda diretamente este email.

© 2009 Cérebro Melhor - Todos os direitos reservados.

Gente!!!! Quem gosta de história, como eu gosto, é prato cheio e merece ser arquivado para consultas.

Quem nos manda é o amigão Michael Peuser. Basta ir clicando na imagem para ter acesso a biografia dos personagens.

Parabéns aos desemvolvedores!!!

Valeu!

DEVANIR

http://cliptank.com/PeopleofInfluencePainting.htm

Wunder vom Computer !!

Sieh Dir dieses Gemälde an ..

clip_image001

Es wurde von den drei Chinesischen Malern Dai Dudu, Li Tiezi und Zhang An in Oel auf Leinwand 2006 gemalt.

Dieses Gemaelde ist wahrhaft bemerkenswert. Noch bemerkenswerter ist, dass die Leinwand computerisiert wurde.

Wenn Du hier unterhalb clickst, erscheint eine viel grössere Version vom computerisierten Gemälde.

Zeige mit dem Cursor auf die Leute hin und das Programm wird Dir sagen wer sie sind.

Aber – wenn du auf die Person hin clickst, kannst Du die individuelle Lebensgeschichte erfahren.

Es ist richtig faszinierend … es kann Dich stundenlang unterhalten !

Wenn die jeweilige Biografie in Englisch erscheint beachte die linke Seite am Rand unter “Languages” und wähle Deine Sprache z.B.: Deutsch !

CLICK HERE

Mit freundlichen Grüßen !

Hartwig

 

 

 

clip_image001[9]

“A filosofia não visa assegurar qualquer coisa externa ao homem. Isso seria admitir algo que está além de seu próprio objeto. Pois assim como o material do carpinteiro é a madeira, e o do estatuário é o bronze, a matéria-prima da arte de viver é a própria vida de cada pessoa.”
— Epíteto(*)

Retórica e estilística

Na épica, os epítetos(*) homéricos podem substituir o nome de uma personagem, por antonomásia. Na Ilíada, por exemplo, Aquiles é muitas vezes referido apenas pelos seus epítetos (“o Filho de Tétis”, “o de Pés Ligeiros”, “o Melhor dos Aqueus” etc.). O mesmo recurso é usado nas canções de gesta: no Cantar de Mío Cid, Rodrigo Díaz de Vivar (El Cid) é “o que em boa hora cingiu a espada”. Ainda na literatura, Dom Quixote é o “Cavaleiro de Triste Figura”.
Também personagens históricas podem ser referidas por seus epítetos, como acontece de forma abundante com monarcas e militares, embora o mesmo fenômeno ocorra em outros casos como:

Aristóteles é “o Estagirita”
Rui Barbosa é “O Águia de Haia”.
Castro Alves é o “Poeta dos escravos”
Jesus é “o Cristo” (Ungido)
Átila é “o flagelo de Deus”
Kant é o “filósofo de Königsberg”
Simon Bolívar é “o Libertador”
Duque de Caxias é “o Pacificador”.

—————–
Aqui Selma Di Iulio escreve sobre a importãncia da pessoa conhecer a si mesma.
http://www.selmadiiulio.com/conhecer_a_si_mesmo.htm
bfiulio@hotmail.com

   

 

UM RELÓGIO CURIOSO, INTERESSANTE E PREOCUPANTE!!!! Fantástico!!

Esse  e  pra  guardar  e  dar  uma  olhada  de  vez  enquando
Dê uma olhada no relógio desse site e na contagem de agora, de cada dia, de cada semana, de cada mês e de cada ano.
É curioso, interessante e, em alguns casos,  preocupante.
Pode clicar no link abaixo, está livre de virus, se trata de um relógio que mostras estatísticas dos principais órgão de organizações mundiais:
http://www.mdig.com.br/imagens/relogio.swf

IMPORTANTE LER!

Se você bater em uma moto, não será uma simples colisão de trânsito.
Você é enquadrado no art. 303, do CTB.
Então as orientações abaixo são extremamente úteis e vale a pena serem repassadas.
Vejo isso todo santo dia aqui no meu juizado… muito cuidado! São pencas e pencas de T.C.O.’s do art. 303, do CTB, que chegam por mês, principalmente envolvendo mototaxistas… esses são os piores, pois vão querer te cobrar os prejuízos da moto e os dias que ficou parado sem ganhar dindin.
“Na maioria dos casos, as testemunhas do motoqueiro são outros motoqueiros” …

Pior que é verdade mesmo! Já vi isso acontecer em audiências de Instrução e Julgamento aqui…
ABALROAMENTO EM MOTO NÃO É COLISÃO.
É ATROPELAMENTO!
FAÇA BOLETIM DE OCORRÊNCIA!!!
PONHA ISSO NA CABEÇA!
ORIENTAÇÃO PARA QUEM TEM CARRO! E para amigos de quem tem!!!
ISSO ACONTECE!
Abalroamento com moto não é colisão. É atropelamento.
É um aviso das Seguradoras:
Como advogados sempre nos indagam de coisas parecidas, sugerimos o seguinte:
Registrar, fotografar (agora com celular é fácil até fazer um filminho), pegar nome de testemunhas. …
Aviso das seguradoras:
Leiam o relato abaixo, de um sinistro com um de nossos segurados:
“No mês de abril, o carro do meu filho foi abalroado na TRASEIRA, num farol fechado, por uma motoqueira com outra na garupa. A moto caiu e a garupa ficou com a perna embaixo da moto.
Meu filho filmou a placa da moto e obteve telefone com a garupa.
Telefone inexistente.
Um funcionário da CET, que estava próximo, acionou o resgate e a motoqueira mandou cancelar.
Como ela não quis ser socorrida, o marronzinho pediu para que saíssem
do local, sem antes orientar meu filho de que seria interessante registrar um BO. Foi o que fizemos na mesma tarde.
Um mês depois, recebi telefonema “em casa” da dita cuja, querendo fazer um acordo, dizendo que o conserto da moto estava por volta de R$ 800,00 e que a garupa machucou muito a perna, estando 20 dias sem poder trabalhar.
Por ela não ter aceito o atendimento do resgate, disse que não teria acordo nenhum.
Mais um mês se passou (Junho) e recebi uma intimação policial, na minha casa, para me apresentar no distrito de Perdizes para prestar depoimento, por “OMISSÃO DE SOCORRO”.
Chegando lá, soubemos que havia sido registrado um BO e elas tinham passado, 4 dias depois, no IML para fazer exame de corpo de delito.
Fizemos os depoimentos, meu filho como condutor, eu como proprietário do veículo, o carro passou por perícia policial e o caso está com minha advogada para provar que não houve omissão de socorro.
Felizmente o nosso BO foi feito antes do delas e tínhamos o nome do policial que atendeu a ocorrência, bem como sabíamos a hora exata que o chamado do resgate foi cancelado. Mesmo assim, a dor de cabeça e
trabalheira estão sendo grandes”.
===================================
Agora, leia atentamente o texto abaixo:
Aviso das seguradoras
Todas as vezes que os senhores se envolverem em acidente de trânsito, cujo terceiro seja um motoqueiro, façam o BO (boletim de ocorrência), independentemente de serem culpados ou não.
Têm ocorrido fatos em que o motoqueiro é o culpado e tenta fazer um acordo no local, diz que está bem e não quer socorro médico.
Só que, depois, ele vai a um distrito policial, registra o BO e alega que o veículo fugiu do local sem prestar socorro, cobrando, na
justiça, dias parados, conserto da moto, etc…
Na maioria dos casos, as testemunhas do motoqueiro são outros motoqueiros.
Isto é um fato, pois está ocorrendo com muita freqüência Portanto, não caia na conversa do motoqueiro, que diz não ter acontecido nada.
Em um dos casos recentes a pessoa envolvida foi até a delegacia registrar BO e, eis que, quando chega à delegacia, lá estavam os tais amigos do motoqueiro tentando registrar BO de ausência de socorro.
ISTO É IMPORTANTE !!!
QUEM NÃO FOR MOTORISTA, REPASSE AOS AMIGOS.
ABALROAMENTO EM MOTO NÃO É COLISÃO. É ATROPELAMENTO!
PONHA ISSO NA CABEÇA!
OLHO VIVO!

 

 

 

SEXO SEGURO? EM PORTUGAL USE DUREX

Cuidado com o que falares em Portugal!

clip_image001[11]

Lembrando também que a região GLÚTEA (bunda) lá se chama CU.

Assim, quando a mãe diz que vai aplicar uma injeção na nádega do rapaz diz ‘vou aplicar uma pica no cu do puto’, e se for uma palmada numa criança fala ‘meto-te cinco dedos no cu, canalha’.

E o pessoal preocupado com o trema, hífen.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s