mudanças

Mudanças... mudanças... mudanças...

Mudanças… mudanças… mudanças…
:: Rubia A. Dantés ::

O momento pelo qual estamos passando acena com muitas mudanças, de todos os tipos em todos os níveis… O que percebo pela minha experiência e pela de pessoas próximas é que parece que o Universo resolveu revolver tudo para que nada fique sem ser passado a limpo…
E quando cooperamos com as mudanças elas podem se tornam ainda maiores porque focamos naquilo… e o Universo nos apóia no sentido de nos ajudar a liberar tudo que precisa de liberação… quando temos essa intenção profunda.
Foi o que notei quando arrumei meus armários tirando tudo que não usava mais ou que nunca usei e que só estava lá esperando um dia, sei lá quando, que iria usar… Guardei tudo com Amor, em caixas, e fui levar o que estava novo ou em bom estado em um local que distribui para quem necessita.
Assim que entreguei as caixas e sai de lá, o celular toca me acenando com uma mudança muito maior, mas muito maior mesmo do que a arrumação dos armários…
A sensação que me veio foi mais ou menos assim: Imagina que eu estou diante de um muro muito grande e alto e vejo uma gotinha de água vazando por um buraquinho do muro… Olho aquele buraco e vejo que tem uma pedrinha impedindo a passagem da água, instintivamente, tiro a pedrinha com a ponta do dedo e… me assusto com o grande fluxo de água que começa a passar pela abertura do muro que… aumenta cada vez mais até que o buraco fica tão grande que acaba com o muro…
O fluxo das mudanças foi tão grande a partir da arrumação dos armários -que foi como aquela pedrinha que retirei do muro- que entendi que nessa hora não adianta resistir e o melhor está sendo me render e cooperar… a partir daí a força da mudança aconteceu de uma forma que não tem como interferir porque você percebe que o Grande Mistério está no comando…
Mas isso não é ruim… se estamos no final de um ciclo, o que é bastante visível pelo movimento ao nosso redor, é claro que tudo nesse momento é uma oportunidade de liberar as coisas que não vibram na sintonia da nossa Alma. Se eu não tivesse tirado aquela pedrinha, provavelmente, o muro cairia todo de uma vez em cima de mim causando um estrago muito maior…
Quando percebemos um movimento tão grande pedindo a transformação, não adianta tentar segurar esse fluxo e, quanto mais tentarmos evitar as mudanças, mais força elas ganham para vir à tona… Por isso, quando as mudanças baterem na sua porta… aceite com alegria e com esperança sabendo que elas podem revirar sua vida de cabeça para baixo, se for o caso… ou trazer algo que mexa profundamente nas suas estruturas, mas… será por um bom motivo e para que coisas mais condizentes com quem você é aqui e agora, se manifestem.
Resistir só dá mais força para que o que precisa ser liberado venha à tona com mais vigor…
Tenho aprendido muitas coisas boas com essas mudanças e observado como nossos medos podem se manifestar… e, quando você se vê de frente com o que mais temia, pode ser que ao invés daquilo ter o efeito devastador que você imaginava que teria -se um dia acontecesse- na verdade, trazer-lhe um grande alívio… o medo de sentir medo muitas vezes é muito mais terrível do que a própria situação em si.
Só temos medo porque já vivemos aquela experiência em algum tempo antigo, em alguma memória guardada no mundo das sombras… e quanto mais tentamos evitar e esconder, mais força essas memórias ganham e o medo de passar pela experiência é muito pior do a experiência em si quando ela se manifesta.
Encarar os nossos medos pode ser o caminho da liberdade e percebo o quanto eles limitam nossas vidas e nos mantêm presos em uma teia ilusória que impede cada vez mais nosso movimento de liberdade.
E muitas vezes são só “um medo de criança” que o adulto em nós é capaz de liberar com leveza, quando temos a coragem de olhar de frente, sem fugir nem tentar esconder… Assim, libertamos nossa criança interior para voos mais altos de liberdade e alegria.
Mas, seja qual for o medo que nos aflige, devemos sempre lembrar que só temos medo porque temos aquele registro na memória e isso é passado… e viver de passado só os alimenta e nos impede de viver a tão sonhada liberdade.
Se queremos mesmo ser livres é bom que as mudanças venham e que nos levem em seu fluxo para que a vida possa ter mais cor e mais beleza…
Que sejam bem-vindas as mudanças!

Bezerra de Menezes – Homenagem ao Médico dos Pobres

“Descerás às lutas terrestres com o objetivo de concentrar as nossas energias no país do Cruzeiro, dirigindo-as para o alvo sagrado dos nossos esforços. Arregimentarás todos os elementos dispersos, com as dedicações do teu espírito, a fim de que possamos criar o nosso núcleo de atividades espirituais, dentro dos elevados propósitos de reforma e regeneração.”

Espírito Ismael (Guia Espiritual do Brasil) delegando a missão a Bezerra de Menezes (foto), antes de reencarnar no orbe terrestre.

Trecho retirado do livro: “Brasil, Coração do Mundo e Pátria do Evangelho”, pelo espírito Humberto de Campos, psicografia de Chico Xavier.


Bezerra de Menezes e o Espiritismo

O primeiro contato de Bezerra com o espiritismo se deu com a apresentação do Livro dos Espíritos por seu amigo Dr. Joaquim Carlos Travassos (tradutor da obra para o português), que lhe ofereceu um exemplar. Dr. Joaquim era integrante do Grupo Confúcio, mais tarde chamado Grupo Ismael, o qual veio a fundar a Federação Espírita do Brasil (FEB) em 1884.

Sede da FEB, Rio de Janeiro

A partir de então, Bezerra de Menezes dedica sua vida ao espiritismo e ao auxílio dos mais necessitados, sendo considerado “o médico dos pobres” e o “apóstolo da caridade”.

Em agosto de 1886, assume publicamente diante da assistência de 2000 pessoas sua admiração pelo espiritismo e passa a publicar livremente artigos de divulgação da doutrina espírita até o ano de 1893. Esses artigos eram intitulados:

“Espiritismo-Estudos Filosóficos.”

Bezerra era possuidor de profundo conhecimento da doutrina espírita que segundo ele, estava adormecida em sua alma, pois tinha a sensação de que já conhecia aquelas recomendações morais e filosóficas trazidas pela codificação:

“Lia, mas não encontrava nada que fosse novo para meu espírito, entretanto tudo aquilo era novo para mim […]. Eu já tinha lido ou ouvido  tudo  o  que  se  achava  no  Livro  dos  Espíritos  […].  Preocupei-me seriamente com este fato maravilhoso e a mim mesmo dizia: parece que eu era espírita inconsciente, ou mesmo, como se diz vulgarmente, de nascença”.

O médico tornou-se uma peça fundamental na divulgação do espiritismo no Brasil, bem como em sua organização federativa e ficou conhecido como “Kardec Brasileiro”. Nesta época, a Doutrina Espírita encontrava grandes dificuldades em sua propagação pelo preconceito por parte da sociedade e pela divisão de idéias surgidas no próprio movimento espírita.

Foi conduzido em 1889 à presidência da Federação Espírita, por unanimidade, com a missão de unir os espíritas em prol do fortalecimento da doutrina no Brasil, permanecendo à frente da FEB até 1900, ano em que foi vítima de um acidente vascular cerebral (AVC).

O Desencarne:

Bezerra de Menezes desencarna em 11 de abril de 1900, às 11h30min nos braços de sua abnegada esposa, Cândida Augusta, em conseqüência do AVC, o mesmo que o afastara da presidência da FEB e que o deixara tetraplégico e sem fala meses antes, deixando para nós o exemplo do amor e da bondade.

Dotado de um sentimento de compaixão e caridade, Bezerra de Menezes se sensibilizava com os problemas de todos que lhe procuravam. Atendia a seus pacientes sem cobrar um centavo pela consulta e doava o que tinha para que conseguissem comprar os medicamentos necessários para o tratamento.

Ficou pobre e quando não tinha mais nada para doar, desfez de seu anel de formatura para auxiliar aos mais carentes. Foi preciso constituir uma comissão presidida por Quintino Bocayuva para angariar fundos e donativos em auxílio de sua família.

O caridoso médico havia completado a missão que lhe foi conferida pelo espírito Ismael. Por onde esteve, espalhou o amor  e a caridade, ensinou os grandes a humildade e introduziu o espiritismo no Brasil. Sua generosidade era muito grande e seu coração era ainda maior.

No Plano Espiritual:

Na primeira noite após sua passagem, Bezerra de Menezes se fez presente na sessão comemorativa intitulada “Ceia do Senhor”, na FEB, manifestando-se através da mediunidade de Francisco Pereira da Silva Júnior, trazendo sua primeira mensagem de paz após o retorno a pátria espiritual:

“Baixai vossos olhos sobre os meus amigos! São também vossos filhinhos, como eu, que aflito gemi e padeci na Terra, sempre com os olhos cravados em vós. Dai que eles possam compreender, ó Virgem Imaculada(…), esse amai-vos uns aos outros, certos, convencidos de que o amor que desdobrarem das suas almas, para os seus irmãos, evola-se, libera-se aos páramos onde está o vosso amado Filho, é o amor elevadíssimo que nos vem com Jesus.(…) Obrigado a todos vocês. Bezerra estará sempre unido aos vossos corações. O Bezerra pede a Deus, e Deus há de permitir que ele continue a trabalhar, a produzir a seara bendita.”

A partir de então, Bezerra torna-se um incansável benfeitor espiritual, trabalhando pelo progresso dos homens e do Brasil.
Permanece até os dias atuais no plano espiritual e está a frente de uma legião de espíritos que trabalham para o bem, em nome de Jesus.

Tornou-se um grande autor espiritual, trazendo sua mensagem em de mais de 20 obras através da psicografia de médiuns brasileiros como Divaldo Franco, Chico Xavier, Yvone do Amaral, Waldo Vieira, entre outros.

Seu nome é lembrado com carinho dentro e fora da comunidade espírita, pois antes de tudo foi uma grande pessoa, um exemplo de homem, político e médico, sendo homenageado em diferentes segmentos da sociedade e emprestando seu nome a instituições beneficentes, casas espíritas e ruas por todo país.
O povo brasileiro, a sociedade carioca e sobretudo a comunidade espirita, devem a este homem e iluminado espírito a eterna gratidão.

Bezerra de Menezes (1831-1900)

http://espiritismoemcristo.blogspot.com.br/2013/01/mensageiros-da-p…

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s